PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

ABS completa 40 anos. E apenas 4 de obrigatoriedade no Brasil

Sistema que mantém o motorista no controle do carro mesmo em frenagens de emergência foi apresentado em 22 de agosto de 1978

Em 22 de agosto de 1978, a Bosch e a Mercedes-Benz deram início a uma das iniciativas que mais ajudaram na segurança viária em todos os tempos. Talvez perca apenas para o cinto de segurança de três pontos. Foi nessa data que o mundo conheceu formalmente o Antilock Braking System, mais conhecido atualmente por sua sigla, ABS. O sistema, que a Mercedes-Benz considera como o começo da transformação do carro em um assistente digital, só se tornaria obrigatório no Brasil em 2014... Em outras palavras, enquanto ele comemora 40 anos de existência, celebra apenas 4 de presença em todos os veículos novos vendidos no Brasil.

A Mercedes-Benz se refere a um assistente digital no sentido de que o carro, a partir do ABS, passou a fornecer ao motorista assistência ativa. No caso deste equipamento, o controle da força de frenagem para que as rodas não travassem. Quando isso acontece, o carro continua a ir em linha reta, independentemente de o motorista virar o volante para um lado ou outro, e o motorista se torna um passageiro.

ABS - 40 anos

O equipamento começou a ser concebido em 1953, quando Hans Scherenberg, na época chefe de design na Mercedes-Benz, registrou a patente de um sistema que impedia as rodas do veículo de travarem sob frenagem pesada. Já havia sistemas de efeito parecido, em aviação (o anti-skid) e nas ferrovias (o sistema de proteção antiderrapagem Knorr), mas o automóvel exigia muito mais dos sensores. E em uma variedade muito maior de situações de rodagem.

ABS - 40 anos

Trocas de informação entre a Mercedes-Benz e seus fornecedores levaram a um protótipo de sistema de controle eletrônico-hidráulico dos freios pelo departamento de desenvolvimento avançado da fabricante. Em 1966, teve início uma colaboração entre a Mercedes-Benz e a Teldix, uma empresa de equipamentos eletrônicos que foi posteriormente comprada pela Bosch. Em 1970, nascia o "Mercedes-Benz/Teldix Anti-Bloc System", apresentado pelo próprio Hans Scherenberg, agora chefe de desenvolvimento da Daimler-Benz (nome da Daimler na época). O equipamento era um híbrido analógico e digital. E a fabricante percebeu que só um sistema inteiramente digital resolveria a questão. A Bosch desenvolveu os módulos eletrônicos e surgiu, assim, o sistema que conhecemos hoje, já em sua segunda geração. Segundo o engenheiro Jürgen Paul, chefe do projeto, foi a decisão a favor de um sistema totalmente eletrônico que permitiu o nascimento do ABS como hoje o conhecemos.

ABS - 40 anos

Anos depois de ter sido transformado em item obrigatório, muita gente ainda não faz ideia de para que serve ou como deve ser usado o ABS. Mas não se aflija: fizemos um guia completo dizendo o que ele é, como funciona e para que serve. Se você já sabe tudo isso, aproveite para recapitular e indicar a quem não sabe. Se você se encaixa entre estes últimos, não perca a oportunidade de aprender.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro