PUBLICIDADE
HomeNotíciasMercado
Compartilhar

Anfavea acompanha Fenabrave e revisa previsão de aumento de vendas para 13,1%

Menor número de dias úteis de setembro seria o responsável por queda de vendas em setembro, de 14,2%

Não foi apenas a Fenabrave que revisou sua previsão de crescimento mesmo com os resultados negativos de setembro. A Anfavea também entrou na dança e elevou sua expectativa de crescimento de 11,7% para 13,1%. Mesmo diante de uma queda de 14,2% nas vendas totais, com 186.998 unidades, e de 14,4% de veículos leves, com 178.977 unidades, em setembro comparado a agosto, que foi um mês extraordinário. O que levou a entidade à previsão mais otimista foi o resultado consolidado, que permitiu a expectativa de crescimento independentemente de quem vencerá as eleições presidenciais. Afinal de contas, quem vier só assumirá em 2019. Segundo Antonio Megale, presidente da Anfavea, disse à Automotive Business, os quatro dias úteis de vendas a menos de setembro fizeram muita diferença no resultado.

Mas não foram apenas as vendas que caíram no mês passado. A produção também foi 23,5% menor que a de agosto, com 223.115 unidades, 6,3% mais baixas que as de setembro de 2017. As exportações, por sua vez, foram o fator mais preocupante. Muito dependentes da Argentina, elas caíram 29,7% em relação a agosto, com 39.449 unidades no total, e 34,5% comparadas às de setembro de 2017. Quando se fala apenas em veículos leves, a queda foi respectivamente de 30,7% e 34,9%, com 36.994 unidades. Será que outubro ajudará a recuperar esses indicadores? 

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro