PUBLICIDADE
HomeNotíciasMercado
Compartilhar

Brasil e Argentina querem padronizar exigências sobre automóveis

Memorando de entendimento visa facilitar intercâmbio entre os países e fortalecer a produção do Mercosul

Os maiores produtores de automóveis do Mercosul são a Argentina e o Brasil. Só que regras e exigências diferentes entre estes dois mercados dificultam o comércio. Para dar fim a essas barreiras, o ministro do Desenvolvimento, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Jorge, e o ministro da Produção da Argentina, Dante Enrique Sica, assinaram em Brasília um memorando de entendimento que cria um grupo de trabalho para revisar regras de segurança, eficiência energética, emissões de poluentes e sonoras e especificação de autopeças.

Inicialmente, o grupo se debruçará sobre 31 regras de segurança diferentes entre os países. A previsão é que os trabalhos durem cerca de 6 meses. Quando forem concluídos, eles permitirão o início das discussões sobre os demais temas a padronizar. 

Além de contar com a ajuda do Rota 2030 no processo, o fato de tanto a Argentina quanto o Brasil adotarem as mesmas regras automotivas também permitirá um acordo mais fácil de livre comércio com a União Europeia, algo que se imaginava ser possível anunciar ainda neste ano. Tanto que se cogitou que foi o anúncio deste acordo de livre comércio que atrapalhou os planos do Rota 2030.

 

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro