PUBLICIDADE
HomeNotíciasMercado
Compartilhar

Sem conseguir liberdade, Carlos Ghosn deve renunciar na Renault

Executivo propôs usar tornozeleira eletrônica, mas justiça japonesa mesmo assim se recusa a deixá-lo responder em liberdade

Desde que Carlos Ghosn foi preso no Japão, em novembro do ano passado, a Renault ficou a seu lado. Acusado de fraude fiscal pela Nissan, que se recusa a formar uma empresa única com a Renault, o executivo tentou a liberdade condicional por diversos meios, provavelmente ciente de que, ainda que a Renault estivesse a seu lado, ele não poderia ser presidente ou CEO de nada atrás das grades. A cartada final veio com a oferta de usar tornozeleira eletrônica e entregar todos os seus passaportes à justiça japonesa. Que recusou o pedido de liberdade. Sem outra saída, Ghosn deverá renunciar, segundo a Reuters

A Renault convocou uma reunião de emergência de seu conselho de administração na quinta (24) para "encerrar a era Ghosn". Além de tirar a empresa da situação vexatória de ter seu CEO preso, a medida também ajudaria a aliviar as tensões da Renault com a Nissan. Nos bastidores, fala-se que a fabricante francesa, controlada pelo governo, mantém a intenção de unificar operações com a japonesa. A prisão de Ghosn, aliás, teria sido um motim dos executivos e acionistas da Nissan para impedir este plano de seguir adiante.

Carlos Ghosn

Os advogados de Ghosn estariam negociando com a Renault valores de indenização e de pagamento de aposentadoria do executivo, que terá despesas pesadas em sua defesa diante da justiça japonesa em uma batalha que promete ser respeitável. Ainda que se desligue completamente de qualquer fabricante, a história de Ghosn ainda atrairá atenções até sua conclusão. Afinal, o bem-sucedido executivo tirou a Nissan da bancarrota e clamava ter levado a Aliança, em 2017, a ser o maior grupo de produção de automóveis do mundo. Ninguém esperaria uma derrocada deste quilate, ainda mais se ela realmente tiver sido motivada pela principal ambição de sua empregadora, a Renault: finalmente incorporar a Nissan.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro