PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Dacia apresenta novas gerações de Sandero, Logan e Stepway

Modelos devem chegar ao Brasil até 2022

Depois de apenas revelar o visual e ver o interior vazar na internet antes da apresentação, a Dacia, subsidiária romena da Renault, apresentou oficialmente o trio Sandero, Logan e Stepway. Os modelos ficaram mais refinados, trocaram de plataforma e ganharam motor flex a gasolina e gás GLP.

Visualmente, os três adotaram trações mais modernos, a diferença é mais sentida no Logan, onde muitos apontam para similaridades com o Chevrolet Onix Plus, que deverá ser seu rival no Brasil até 2022.  O teto agora possui caimento mais suave.

No caso do Sandero, a dianteira conta com novo capô com dois vincos, nova grande, que se conecta melhor aos faróis, que agora possuem a luz diurna de LED em formado de flecha e não mais o “C” que a marca adotava. A lateral reforça a inspiração no Renault Clio, especialmente no que diz respeito aos para-lamas traseiros, que agora ostentam uma bela curva em formato de ombro. Com isso, a linha cintura também foi elevada. Na traseira, lanternas que não invadem a tampa do porta-malas e lembram bastante a do Volkswagen Polo.

No caso do Sandero Stepway, que ainda não perdeu o primeiro nome na Europa, a marca tentou distanciá-lo ainda mais do hatch convencional. Para isso, o capô tem quatro vincos, enquanto na lateral há a moldura na caixa de roda, bem como um plástico que segue por toda a parte inferior. A dianteira terá apliques de plásticos na porção inferior com tom de alumínio.

Um pouco maiores

A adoção da nova plataforma, CMF, a mesma do Clio, tornou os modelos um pouco maiores. O Sandero agora possui 4,09 metros de comprimento, 1,85 m de largura, 1,5 m de altura e 328 litros no porta-malas. Em comparação ao modelo atual na Europa, ele está dois centímetros maior e 12 cm mais largo, enquanto o porta-malas ganhou oito litros.

O Logan possui a mesma largura e altura, mas mede 4,4 m de comprimento e tem 528 litros, o que representa um ganho de dois centímetros no tamanho e 18 litros no já generoso porta-malas. Segundo a Dacia, os modelos ficaram até 40 kg mais leves.

Motores

A Dacia anunciou que a família ganhou novos motores. A versões de entrada possuem um 1.0 de três cilindros com 65 cv e câmbio manual de cinco marchas. Em seguida, o 1.0 de três cilindros dotado de turbo, neste caso, o câmbio pode ser manual de seis marchas ou automático do tipo CVT.

Por fim, os modelos podem ser equipados com um 1.0 turbo de 100 cv flex, que funciona com gasolina ou GLP (gás liquefeito de petróleo), mas sempre com transmissão manual de seis marchas.

Mais seguros

A nova plataforma trouxe consigo seis airbags de série, além de versões com monitoramento de pontos cegos, frenagem automática de emergência, limitadores de carga dos cintos, pré-tensionadores e sistema de chamada de emergência.

Há ainda assistente de estacionamento, auxiliar de partida em rampa, teto solar, freio de estacionamento eletrônico, direção elétrica, câmera de ré, stop&start, piloto automático e sensores de estacionamento dianteiros e traseiros.

Há três opções de centrais multimídia. A primeira delas, Media Control, presente nos modelos de entrada, trata-se na verdade de um apio de celular com conexão USB e Bluetooth, podendo ser operado pelos comandos no volante. Logo acima está a Media Display, com oito polegadas e conexões com Apple CarPlay e Android Auto. Na mais completa, Media Nav, há GPS nativo, seis alto-falantes e conexões sem fio nas plataformas dos smartphones.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro