PUBLICIDADE
HomeNotíciasDicas
Compartilhar

7 dicas para dirigir com segurança na velhice

Gosta de dirigir e quer continuar independente, mas tem medo de não ser mais tão rápido ao volante? Saiba o que fazer

Hoje em dia, muitas pessoas receiam que um familiar mais idoso represente um risco maior na estrada. Segundo um estudo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, os motoristas com mais de 60 anos têm uma resposta 40% mais lenta ao volante do que motoristas com até 50 anos de idade.

Descubra o que fazer para se certificar (e mostrar aos outros) que ainda está em forma para dirigir:

1. Faça um exame de vista

Não se limite a ser aprovado na renovação de sua carteira de motorista. Se você não vê bem, é impossível dirigir bem. Para alguns, as dificuldades podem ser resolvidas com uma nova receita de óculos. Problemas mais sérios requerem a atenção de um oftalmologista. Atualmente há muitas formas de corrigir problemas de visão que não se imaginavam há apenas duas décadas - incluindo diversas formas de cirurgia a laser.

2. Adquira óculos específicos para dirigir

Os óculos bi ou trifocais nem sempre proporcionam o campo de visão necessário para conduzir. Por vezes, alguns condutores mais velhos poderão precisar de óculos específicos.

3. Ajuste a posição de dirigir corretamente

As pessoas perdem altura com a idade. Coloque o banco do motorista mais perto dos pedais e mais alto, para ter uma visão melhor do trânsito.

4. Adquira um veículo menor e mais alto

Alguns motoristas idosos descobrem que um veículo menor é mais fácil de manobrar e estacionar. Considere automóveis que têm uma posição de dirigir mais elevada, como um pequeno SUV/crossover. Além de oferecerem uma visibilidade melhor, os modelos com assento em posição mais alta, e com portas maiores, permitem acesso mais fácil.

5. Limite as horas e lugares por onde dirige

Olhos envelhecidos têm dificuldade em se adaptar a níveis de luminosidade baixos ou variados. Evitar dirigir à noite ou em momentos de mudança forte de luminosidade, como ao nascer do sol e no fim da tarde, irá limitar o risco. Para alguns motoristas, pode ser boa ideia também evitar estradas com limites muito altos de velocidade.

6. Cuidado com os remédios

Alguns medicamentos - ou uma combinação deles - podem tornar a direção difícil para qualquer um. Consulte seu médico de confiança sobre os remédios que tem de tomar e se certifique de que nenhum deles, nem qualquer combinação que se exija, tenha efeito em sua capacidade de conduzir o carro.

7. Consulte um geriatra

Os médicos especializados no tratamento de idosos descobrem, muitas vezes, problemas que familiares e amigos ignoram, oferecendo soluções para questões específicas. Consultar um especialista é particularmente importante se tiver tido um AVC, derrame ou mostrar sinais de demência.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro