PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Duesenberg SSJ atinge a cifra de US$ 22 milhões em leilão. Entenda o porquê

Se você nunca ouviu falar dessa marca americana, deveria: ela era simplesmente extraordinária!

Se você sonha em ter um carro de 400 cv, imagine como isso devia ser nos anos 1930... Com carros que raramente ultrapassavam os 150 km/h, os modelos eram ou muito simples ou muito luxuosos, como os Bugatti. Mas a verdade é que não houve naqueles tempos uma marca capaz de fazer carros tão impressionantes quanto a Duesenberg. Seu modelo mais famoso é o J, que era vendido apenas no chassi, para que seus compradores montassem o carro com o encarroçador que preferissem. Um deles, o Duesenberg SSJ, foi vendido em Pebble Beach pela soma de US$ 22 milhões. Com o dólar a R$ 4, isso representa R$ 88 milhões (e o câmbio continua a subir). Muito dinheiro, certamente, mas este Duesenberg vale cada centavo. E a gente explica o porquê. 

Em 1925, Errett Lobban Cord, dono da Cord, comprou a Duesenberg, famosa por seu desempenho nas corridas, para ter uma divisão de carros de luxo. E encomendou a Fred Duesenberg, o gênio por trás dos modelos da marca, o carro mais luxuoso que o mundo já havia conhecido. E ele não se fez de rogado e apresentou o modelo J no Salão de Nova York de 1928, pouco antes da quebra da bolsa, o que explica por que a Duesenberg deixou de existir.

Duesenberg SSJ

O modelo J era vendido só no chassi. Quem quisesse uma carroceria que a encomendasse a encarroçadores de qualquer parte do mundo, os famosos carrozzieri. Só o chassi de um modelo J custava US$ 8.500. Pode parecer pouco, mas esse preço, corrigido, seria hoje de US$ 125 mil e uns quebrados. Só pelo chassi, lembre-se. E ele ficou ainda mais caro depois de 1932, passando a custar US$ 9.500 (quase US$ 175 mil em valores atualizados). Um médico, na época, ganhava em média US$ 3 mil por ano, ou menos da metade do que custava o chassi do modelo J. Mas que chassi!

Duesenberg SSJ

Para começar, ele era dotado de um motor de 8 cilindros em linha de 6,9 litros que rendia absurdos 269 cv sem nenhum tipo de ajuda, ou seja, naturalmente aspirado. Isso porque os irmãos Duesenberg dotaram o motor de comando de válvulas no cabeçote, mas não só. Cada cilindro contava com 4 válvulas, o que fazia o motor respirar melhor. Em suma, era um propulsor de concepção moderna nos anos 1930. Para dar a ideia do que isso representava para a época, um motor V8 Buick Nailhead 401, com 6,6 litros, produzia a mesma potência do Duesenberg. Mas só começou a ser fabricado em 1959...

Duesenberg SSJ

O chassi deste Duesy, como eles são carinhosamente chamados nos EUA, era vendido em dois tamanhos: o chassi longo, com entre-eixos de 3,90 m (tamanho de muito carro atual) e o curto, com chassi de 3,60 m. Houve algumas variantes, como os SJ (de supercharged J, com compressor mecânico, capaz de entregar 325 cv) e os SSJ (de short supercharged J), ou seja, eram os modelos mais curtos e fortes do Duesenberg. Seu chassi tinha "apenas" 3,18 m de entre-eixos e o motor rendia os 400 cv que mencionamos no início do texto. Era um foguete que chegava a 150 km/h em segunda marcha. Tudo bem que ele só tinha 3 delas, sem sincronização. Quem não sabia entender o tempo de um motor nem praticar o duplo desembreio sofria com esse rojão.

Duesenberg SSJ

Apenas dois SSJ foram fabricados. O vendido pela Gooding & Company em Pebble Beach, que pertenceu a Gary Cooper, e outro dado em comodato a Clark Gable, que acabou por não comprá-lo, como fez seu colega galã. Consta que os dois apostavam corridas pelas ruas de Hollywood naquela época. Não por acaso, o slogan da Duesenberg era o seguinte: "O único carro que pode ultrapassar um Duesenberg é outro Duesenberg - se o motorista do primeiro permitir".

Duesenberg SSJ

Se você nunca ouviu falar dos Duesenberg, pesquise sobre eles. Reconheça o para-choque em formato de boca de estrela de cinema de longe. Conheça a história da marca e, quando ouvir falar que um deles foi vendido por US$ 30 milhões ou mais, não se surpreenda. Joias sobre rodas valem cada vez mais. E os Duesy estão entre as mais preciosas.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro