PUBLICIDADE
HomeNotíciasMercado
Compartilhar

Elon Musk quer fechar o capital da Tesla. E o mundo veio abaixo por isso

Executivo tuitou que compraria todas as ações da empresa por US$ 420 a unidade, um negócio de US$ 82 bilhões

Elon Musk, o CEO e fundador da Tesla e de mais uma série de empresas impressionantes, como o Paypal e a SpaceX, é um camarada chegado ao Twitter. A cada vez que ele se manifesta naquela rede social, a repercussão é grande, para o bem e para o mal. Recentemente, de cabeça quente, ele chamou um dos envolvidos no resgate dos meninos presos em uma caverna da Tailândia de pedófilo. Pediu desculpas e teve de aguentar acionistas da empresa enlouquecidos com a desvalorização das ações. Já brigou com jornalistas econômicos, que vivem apontando para o fato de a empresa queimar dinheiro a rodo. O cara é inegavelmente um gênio e sempre diz que sabe o que está fazendo, apesar das críticas. Deve ser por isso que ele se encheu de tanta gente dando palpite e disse na terça (7), no Twitter, que vai fechar o capital da Tesla. Pagando US$ 420 por ação, bem mais do que ela vale atualmente. Um negócio estimado em US$ 82 bilhões.

Como Musk já tem 20% da companhia, ele gastaria US$ 66 bilhões na compra das ações. E levaria consigo mais US$ 16 bilhões em débitos, totalizando os US$ 82 bilhões que mencionamos. O primeiro efeito positivo da postagem de Musk foi a conversão de muito de seu débito em ações. Quando elas superam um determinado valor em dinheiro (US$ 359,8676), permitem que os credores da empresa transformem seus créditos com a empresa em ações. Isso alivia a dívida da empresa. Na terça, pouco depois do anúncio, as ações da empresa chegaram a US$ 379,57.

No tweet, Musk diz que já tem o dinheiro necessário para a operação de transformar a Tesla de uma SA em uma limitada. Provavelmente relacionado com sua decisão de abrir uma fábrica na China. Não é difícil imaginar que o governo chinês ou mesmo que investidores daquele país tenham interesse em participar da Tesla, pela própria estratégia de eletrificação dos transportes do país.

Elon Musk em Xangai

Para quem acha que o executivo está de brincadeira, ou que fez o anúncio com algum objetivo estratégico, um e-mail direcionado aos empregados da empresa, obtido pelo pessoal do Electrek, mostra que ele não está de brincadeira:

"Hoje, eu anunciei que estou considerando transformar a Tesla em uma empresa privada por um preço de US$ 420/ação. Eu queria que vocês soubessem a lógica disso e por que acho que esse é o melhor caminho a seguir.

Primeiro, uma decisão final ainda não foi tomada, mas a razão para isso é criar um ambiente para a Tesla operar da melhor maneira. Como uma empresa pública, estamos sujeitos a grandes oscilações no preço de nossas ações, o que pode ser uma grande distração para todos que trabalham na Tesla, todos acionistas. Ser uma empresa pública também nos sujeita ao ciclo de lucros trimestrais que coloca uma enorme pressão sobre a Tesla para tomar decisões que podem ser adequadas para um determinado trimestre, mas não necessariamente corretas para o longo prazo. Finalmente, por ter as ações mais alugadas do mercado na história, ser pública significa que há um grande número de pessoas que têm incentivos para atacar a empresa.

Acredito fundamentalmente que estamos em nossa melhor posição quando todos estão focados na execução, quando podemos permanecer focados em nossa missão de longo prazo e quando não há incentivos perversos para as pessoas tentarem prejudicar o que todos estamos tentando alcançar.

Isso é especialmente verdadeiro para uma empresa como a Tesla, que tem uma missão de longo prazo e voltada para o futuro. A SpaceX é um exemplo perfeito: é muito mais eficiente em termos operacionais, e isso se deve em grande parte ao fato de ser privada. Isso não quer dizer que faça sentido para a Tesla ser privada a longo prazo. No futuro, quando a Tesla entrar em uma fase de crescimento mais lento e previsível, provavelmente fará sentido retornar aos mercados públicos.

Aqui está o que eu imagino que ser privada significaria para todos os acionistas, incluindo todos os nossos funcionários.

Primeiro, gostaria de estruturar isso para que todos os acionistas tenham uma escolha. Ou eles podem continuar como investidores em uma Tesla privada ou podem vender suas ações a US$ 420 por ação, o que é um prêmio de 20% sobre o preço das ações após a nossa chamada de lucros do segundo trimestre (que já havia aumentado em 16%). Minha esperança é que todos os acionistas permaneçam, mas se eles preferirem ser comprados, isso permitirá que isso aconteça com um bom prêmio.

Em segundo lugar, minha intenção é que todos os funcionários da Tesla permaneçam acionistas da empresa, exatamente como é o caso da SpaceX. Se fôssemos privados, os funcionários ainda poderiam vender periodicamente suas ações e exercer suas opções. Isso permitiria que vocês ainda compartilhassem o crescente valor da empresa que todos vocês trabalharam tão arduamente para construir ao longo do tempo.

Em terceiro lugar, a intenção não é mesclar a SpaceX e a Tesla. Elas continuariam a ter estruturas separadas de propriedade e de governança. No entanto, a estrutura prevista para a Tesla é similar em muitos aspectos à estrutura da SpaceX: os acionistas externos e os acionistas funcionários teriam a oportunidade de vender ou comprar aproximadamente a cada seis meses.

Finalmente, isso não tem nada a ver com acumular controle para mim mesmo. Eu possuo cerca de 20% da empresa agora, e não imagino que seja substancialmente diferente depois que qualquer acordo for concluído.

Basicamente, estou tentando chegar a um resultado em que a Tesla possa operar da melhor maneira, tão livre de tantas distrações e pensamentos de curto prazo quanto possível, e onde haja tão pouca mudança para todos os nossos investidores, incluindo todos os nossos funcionários, quanto possível.

Essa proposta de compra de ações seria finalizada por meio de votação de nossos acionistas. Se o processo terminar da maneira que espero, uma Tesla privada acabaria sendo uma enorme oportunidade para todos nós. De qualquer forma, o futuro é muito brilhante e vamos continuar lutando para alcançar nossa missão.

Obrigado, Elon"

Faz todo o sentido. E, de novo, o executivo diz já ter o dinheiro necessário para a operação. Livre de especuladores e de ter de dar explicações constantes ao mercado, será que a Tesla consegue alcançar seus objetivos? É bom não duvidar de Musk. O cara costuma cumprir o que promete, mesmo que com frequentes atrasos.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Picape
SUV/Crossover
Sedã
Hatchback
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro