PUBLICIDADE
HomeNotíciasMercado
Compartilhar

Estudo prevê queda de até 40% nas vendas globais

O cenário mais provável é perda de 22% nos emplacamentos com relação a 2019

A queda nas vendas de automóveis já é uma realidade e algo esperado para os próximos meses. Agora, começam a sair estudos que apontam qual será o verdade impacto do coronavírus nas vendas em 2020.

A Boston Consulting Group (BCG) apresentou alguns  cenários para o setor automotivo. No cenário mais otimista, o mercado terá uma queda de 10%, falando em números globais. Isso acarretaria em uma recuperação rápida, possivelmente já em 2021. 

No cenário mais pessimista, as vendas cairão 40%, o que seria um verdadeiro desastre para as montadoras. No entanto, o BCG aponta que o cenário mais provável é uma queda de 22%. 

O fator fundamental, segundo o estudo, é o comportamento do consumidor diante de índices econômicos desfavoráveis. Muitos irão adiar a troca de um carro durante um bom tempo, isso sem levar em consideração aqueles que perderam seus empregos e dificilmente se endividarão. 

No Brasil, onde o mercado automotivo começava a se recuperar da última crise, a revisão da Bright Consulting é que o patamar de vendas alcançado em 2019, quando 2,67 milhões de carros foram vendidos, só seja alcançado novamente em 2022.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro