PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Fiat Uno chega aos 35 anos com 4 milhões de vendas

Modelo foi o pioneiro no segmento de carro 1.000 e primeiro carro turbo fabricado em série no país

O Fiat Uno é um dos modelos mais queridos do brasileiro e agora está comemorando uma data especial. São 35 anos de lançamento no Brasil. O compacto apareceu por aqui um ano após ser lançado na Itália, mas com mudanças significativas em robustez e tamanho. 

Com isso, ganhou inclusive o passaporte para ser vendido na própria terra de origem. Desenhado por Giorgetto Giugiaro, o modelo foi considerado revolucionário na época. Adotando o conceito de "pequeno por fora e grande por dentro", o modelo se tornou um grande sucesso de vendas e críticas, recebendo mais de 20 prêmios em sua história. 

Até julho de 2019, foram produzidas cerca de 4 milhões de unidades do Fiat Uno no Polo Automotivo Fiat, em Betim (MG). Ele foi o modelo mais vendido da marca até hoje. Além de ser comercializado no Brasil, o Fiat Uno ainda é exportado para Argentina, México, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Chile, Uruguai, Bolívia e Peru.

Pensando em comprar um Uno? Confira a página de preços do modelo

O compacto foi um marco na indústria automotiva brasileira e também da Fiat. Ele foi o primeiro carro mundial da marca a ser comercializado no Brasil, o pioneiro no segmento de carro 1.000 e primeiro carro turbo fabricado em série no país.

Conheça os momentos marcantes da história do Uno:

1984 - O primeiro

Lançado com slogan "De tempos em tempos o homem produz uma obra de gênio”, o Fiat Uno foi lançado no Brasil. Com motores 1.050 a gasolina e 1300, a primeira gama contava com três versões: a de entrada S (Super), a mais luxuosa CS (Confort Super) e a esportiva SX (Sport Experimental), em que o motor 1.300 tinha o carburador de corpo duplo para maior potência (71,4 cv com gasolina e 70 cv com etanol).

1985 - Para toda a família

Já no ano seguinte, o Uno começou a virar uma família compelta. Primeiro foi o sedã Prêmio, já em 1986 chegava a perua Elba, enquanto o furgão e a picape Fiorino apareceram em 1988. 

1987 - Uno R

Faixas laterais, rodas esportivas, tampa traseira em preto e cintos vermelhos marcaram o visual do Uno 1.5R, versão esportiva do modelo.  O motor também era diferenciado, gerava 86 cv e a velocidade máxima era de 162 km/h, a maior de todos os Fiat até então. A aceleração também chamava atenção: de 0 a 100 km/h em 12 segundos, pouco para hoje, mas bons números para época. 

1994 - Turbinado 

O já clássico Uno Turbo surgiu em fevereiro. O motor 1.4 gerava bons 118 cv e 17,5 kgf.m, sendo o Uno mais potente feito até hoje. O 0 a 100 km/h nesse caso era em 9,2 segundos e a velocidade máxima era de 195 km/h, bons números até hoje.

2010 - Nova geração

O desenho quadrado arredondado remete ao orignal, mas atualizado para o século XXI. O modelog anhou os até hoje utulizado motore Fire 1.0 Evo e Fire 1.4 Evo. O modelo ganhou prêmios como Carro do Ano, Melor Compra e Melhor Carro Nacional. 

2013 - Grazie Mille

Limitada a 2 mil carros, a série especial Grazie Mille se tornou sucesso imediato e disputado entre colecionadores até hoje. O grande diferencial estava na cover Verde Saquarema, desenvolvida somente para este veículo.  

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro