PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Ford Mustang Mach 1 entra em pré-venda no Brasil por R$ 499.000

Versão será a única vendida no País e traz motor V8 com 483 cv de potência

A Ford inicia, a partir desta sexta-feira (16), a pré-venda da nova versão do Mustang que passa a ser vendida no Brasil. Trata-se da Mach 1, clássica variante do muscle car americano, que traz como argumentos principais as modificações extraídas das versões mais potentes do modelo, além do motor V8 recalibrado para gerar 483 cv (17 cv a mais do que a versão Black Shadow). Os interessados terão que pagar R$ 499.000 pela novidade e aguardar até junho pelas primeiras entregas do esportivo.

O Mustang Mach 1 surgiu ao mundo pela primeira vez em 1969 em celebração às quebras de quase 300 recordes de velocidade e durabilidade que aos quais o carro foi submetido na época. O nome faz alusão à superação da velocidade do som e tinha como objetivo original atribuir elementos de condução esportivo mais apurada ao modelo reconhecidamente mais "selvagem" em sua tocada. 

Não é à toa, portanto, que o Mustang Mach 1 de hoje, mais de 50 anos depois, continua trazendo consigo o apelo mais forte das pistas. A versão, que passa a ser a única do Mustang oferecida no Brasil, traz alterações mecânicas vindas de outras versões mais fortes do muscle car. Do Mustang Bullit, por exemplo, o Mach 1 toma emprestada a barra anti-torção no cofre do motor e um sistema de indução de ar mais generoso, o qual também está presente no GT350 (Open Air Box). E falando no Shelby GT350, coletor de admissão, corpo de borboleta maior, sistema de arrefecimento do motor e radiador da transmissão do Mach 1 também vêm da versão. Por fim, oriundos do Shelby GT500, o Mach 1 traz escapamento, difusor traseiro, conjunto de braços e buchas da suspensão traseira e sistema de arrefecimento do diferencial traseiro.

Para completar a receita de preparação do Mustang Mach 1, o conjunto de amortecedores MagneRide (com funcionamento adaptativo eletromagnético) ganha nova calibração para atender conforto (no modo mais civil de condução) e precisão de autódromo (para o modo Track), as barras estabilizadores estão mais espessas (4% na frente e 8% atrás) e os freios dianteiros Brembo têm discos de 15'', pinça de alumínio, 6 pistões de 36 mm e pastilhas otimizadas nas rodas dianteiras. E, claro, o motor 5.0 V8 Coyote agora produz os supracitados 486 cv e 56,7 kgfm de torque, trabalhando exclusivamente com a recalibrada transmissão automática de 10 marchas e tração traseiro (única opção disponível ao Brasil). 

Reconhecer o Mustang Mach 1 nas ruas não será tarefa difícil. O carro tem uma paleta exclusiva de cores que contam com uma faixa cinza no capô delineada por algum tom contrastante (seja branco, vermelho ou laranja). Para quem o vê de frente, a dica do spoiler mais avantajado e alusão aos faróis redondos de outrora na grade completam a vestimenta, tal qual a inscrição "Mach 1" sobre o capô. Nas laterais, destaque para as rodas de 19'' exclusivas e a faixa exclusiva pintada na soleira do carro, de "cabo à rabo", fora mais badges "Mach 1". A traseira, que troca o logo do Mustang por Mach 1, conta com escapamento duplo cromado e um novo difusor também. 

Além dos benefícios de engenharia, a versão Mach 1 também tem em sua lista de série as vantagens do Fordpass Connect, que é um conjunto de funcionalidades do carro que o proprietário pode acessar via smartphone, e sistema de som da Bang&Olufsen de 1.000 W com direito a subwoofer, 8 airbags, frenagem autônoma de emergência com detecção de pedestres, farol alto automático, assistente de faixa, sensor de ponto cego, sensores de luz e de chuva e câmera de ré.

A versão Mach 1 do Mustang é especial, mas não há limite de unidades disponíveis ao Brasil, apenas um limite de duração, mas que ainda não há data confirmada para acabar. 

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro