PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Jaguar leva ao Retromobile o primeiro dos 25 novos D-Type que construirá

Plano original da empresa era ter feito 100 unidades do D-Type, mas ela parou nos 75. Ideia é cumprir a meta inicial

A Jaguar tem uma história riquíssima. E sabe valorizá-la. Prova disso é a divisão Jaguar Classic, que não apenas cuida dos clássicos que ainda rodam por aí, mas também os produz. Foi o que já aconteceu com o XKSS, cuja produção total, de 25 unidades, foi inviabilizada em 12 de fevereiro 1957 por um incêndio na fábrica de Browns Lane. Ficaram faltando 9 unidades, que a Jaguar Classic tratou de construir a partir de março de 2016. Pela bagatela de £ 1 milhão cada uma. E todos foram vendidos rapidamente. A empresa fez o mesmo com o Lightweight E-Type. Agora, chegou a vez do D-Type, que deveria ter tido 100 unidades fabricadas, mas cuja produção parou na 75ª. A 76ª será a principal atração da marca britânica no Retromobile, salão de automóveis antigos realizado todo ano na França.

O D-Type começou a ser fabricado em 1954. Ele era o sucessor do C-Type, modelo com o qual a marca já havia vencido as 24 Horas de Le Mans. E era missão do D-Type continuar a vencer por lá, algo que ele cumpriu à risca. Com 3,91 de comprimento, 1,67 m de largura, apenas 1,04 m de altura e 2,29 m de entre-eixos, o D-Type pesava apenas 864 kg em ordem de marcha. O que o fazia voar com o motor XK6, um 3.4 de seis cilindros em linha herdado do C-Type, mas bem melhorado. Ganhou duplo comando de válvulas no cabeçote e três carburadores Weber DCO3 de corpo duplo, chegando a 245 cv a 5.750 rpm. Assim como o C-Type, ele foi um dos primeiros veículos do mundo a ter freios a disco nas quatro rodas.

Diz a Jaguar Classic que fará recriações perfeitas, fieis à época de construção (o que inclui o famigerado sistema elétrico Lucas, que sempre dava problemas) e carrocerias Longnose e Shortnose, ao gosto dos fregueses. Os preços não foram divulgados, mas um D-Type das antigas não pode ser comprado hoje por menos de £ 2 milhões. Mais de R$ 8 milhões. E um D-Type estalando de novo e original, ainda que recém-fabricado, não deve custar muito menos do que isso. Sorte dos 25 felizardos com essa bala toda para ter em casa uma dessas preciosidades.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro