PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Quarta geração do Kia Cerato aparece no Salão de Detroit. Como Kia Forte

Ainda que o segmento de sedãs médios ande fraco por aqui, ele também deve chegar ao mercado brasileiro ainda este ano

O segmento de sedãs médios pode não andar lá muito bem das pernas, mas isso pouco importa. No exterior, esses carros ainda vendem muito bem e é de lá que virão os novos concorrentes. Dois deles mostrados apenas no Salão de Detroit. Depois de a Volkswagen mostrar o novo Jetta 2019, foi a vez de a Kia revelar o Cerato de quarta geração. Vendido como Kia Forte nos EUA, ele está apenas na terceira geração deste nome por lá.

O novo Cerato segue a mesma receita do Hyundai Elantra, do qual é primo. Ele conservou o entre-eixos de 2,70 m, mas mudou bem as demais medidas. Agora tem 4,64 m de comprimento, contra os 4,56 m do modelo atual, e 428 litros de porta-malas (o atual tem 421 l). Também está mais largo, com 1,80 m (contra 1,78 m) e mais baixo, com 1,44 m (1,46 m), o que mostra pretensões esportivas que seu estilo não nega. O motor do modelo também é velho conhecido do Elantra: o 2.0 de quatro cilindros Nu. Só isso já será motivo mais do que suficiente para ajudar o Cerato, vendido hoje apenas com motor 1.6, insuficiente para seu porte. Ainda mais para compará-lo a um Lamborghini Aventador, como a Kia fez só de brincadeira no vídeo abaixo:

Enquanto nos EUA o motor 2.0 rende 149 cv, ele já foi convertido para usar etanol no Brasil, o que permite que ele entregue 167 cv com o combustível vegetal e 157 cv com gasolina. Mas a explicação vai além disso: o 2.0 Nu de segunda geração usa ciclo Atkinson, o mesmo adotado por híbridos e alguns motores turbinados. Ele aumenta a eficiência energética, ou seja, diminui o consumo de combustível. E pode ser casado a um câmbio manual de 6 marchas ou à IVT, a Intelligent Variable Transmission (transmissão variável inteligente). Ela nada mais é do que uma CVT com corrente, como o antigo câmbio Multitronic da Audi, uma sensação de trocas como a de uma automática convencional e isolamento acústico reforçado. Tudo parte do esforço Smart Stream, de tornar os carros da marca mais eficientes.

Kia Cerato 2019, também chamado de Kia Forte

Além de trazer estilo mais agressivo no exterior, o Cerato também está com um interior muito mais moderno, com a central multimídia em posição alta, com tela sensível ao toque de 8 polegadas. O novo Cerato também traz carregador de celular por indução, em nicho à frente da alavanca de câmbio.

Produzido no México, o novo Cerato não deve demorar nadinha a chegar ao Brasil, especialmente agora, com o fim do Inovar-Auto. José Luiz Gandini, presidente da Kia do Brasil, deve estar mais do que satisfeito.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro