PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Latin NCAP dá mais uma nota zero para a Chevrolet e confirma 4 para o Kicks

Resultados antecipados na última quinta foram confirmados, mas mostram que ainda há muito a melhorar na segurança dos carros para nossa região

Depois que a revista Autoesporte adiantou os resultados da última bateria de testes do Latin NCAP neste ano, só nos restou aguardar pelos resultados oficiais. E eles vieram quase sem nenhuma surpresa. E dizemos quase porque o único modelo que a revista não mencionou na última quinta (7) era um sedã que não era vendido no Brasil. O Chevrolet Aveo, o 5º modelo mais vendido no México. Mesmo equipado com dois airbags frontais, o modelo não levou nenhuma estrela nos testes de impacto realizados pela entidade. Mais um "0 estrela" para a longa coleção de modelos da fabricante com essa classicação nos testes da Latin NCAP.

 

Como mostra a imagem abaixo, o Aveo é o oitavo carro da GM reprovado sumariamente pela entidade.

Chevrolet no Latin NCAP

Além dele, estão neste clube Onix, N300, Spark GT, Sail, Aveo sem airbags, Spark sem airbags e o Agile sem airbags. O que torna a fabricante líder disparada no ranking de veículos não recomendados do ponto de vista da segurança. E o vídeo abaixo mostra bem os motivos. Repare na integridade da cabine do Aveo durante o choque frontal.

Na parte das boas notícias, o Nissan Kicks teve mesmo 4 estrelas em proteção a adultos e também na voltada a crianças. Não é excelente, como a do Toyota Corolla ou do Volkswagen Polo, mas está certamente acima da média. Em vez do gif, temos agora acesso ao teste completo em vídeo. E ele merece ser assistido não só para ver o desempenho do Kicks fabricado no Brasil, mas também para servir de referência sobre como uma carroceria deveria se comportar em um choque dianteiro. Sem que o teto se dobre, por exemplo.

O terceiro modelo testado foi o Nissan Murano. Testado um ano atrás, ele havia conseguido apenas 2 estrelas. Mesmo equipado com 7 airbags. Graças à avaliação, a Nissan descobriu que o modelo estava passando por problemas construtivos que foram devidamente sanados. Novamente avaliado, ele conquistou pontuação máxima em proteção a adultos, mas apenas 3 na proteção a crianças. Suficientes para a Nissan não passar vergonha.

Chevrolet Aveo

No México, o Aveo levou nota zero pela primeira vez em 2015. O que já deveria ter feito com que suas vendas desabassem, mas ele continua entre os mais vendidos daquele mercado. Talvez porque, como foi testado sem airbags frontais, isso fosse considerado um fator relevante para a pontuação baixa. Mas o mais provável é que, como o brasileiro, o motorista mexicano não ligue para segurança viária. A diferença é que, por lá, morrem cerca de 15 mil pessoas no trânsito por ano. No Brasil, o número é 3 vezes maior, apesar de a população brasileira ser apenas 62% mais alta. É preciso conscientização para que não se admita um tratamento de segunda classe às vidas de clientes e motoristas latino-americanos.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro