PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Mercedes-AMG A 35 4MATIC se torna AMG mais acessível à disposição

Motor 2.0 com virabrequim de alumínio rende 306 cv e 40,8 kgfm, com aceleração de 0 a 100 km/h em 4,7 s e velocidade máxima limitada a 250 km/h

Quando a quarta geração do Mercedes-Benz Classe A foi apresentada, em fevereiro deste ano, sentimos falta das versões mais apimentadas do modelo. Mas a Daimler agora traz boas novidades aos fãs. Isso porque não teremos apenas um Classe A AMG, o A 45, mas sim dois. E um deles será o AMG mais barato de todos os tempos, o A 35 4MATIC. Segundo a fabricante, a nova geração do Classe A foi concebida desde o desenvolvimento para ter essa versão, o que a torna a mais afiada de todos os tempos.

O A 35 tem 4,42 m de comprimento, 1,80 m de largura, 1,44 m de altura e 2,73 m de entre-eixos, mas é o que está sob seu capô que mais chamará a atenção. O motor 2.0 com turbina do tipo twin-scroll, o R4, se baseia na arquitetura do M 260, mas traz melhoramentos, como um virabrequim em alumínio fundido de alta resistência, o que o torna muito mais leve. Apesar de forte, o motor tem uma série de medidas para tentar torná-lo mais eficiente, como o sistema CAMTRONIC de controle variável das válvulas, injetores piezo-elétricos de alta precisão, ignição por múltiplas velas, gerenciamento térmico inteligente do óleo e do motor e o sistema CONICSHAPE de brunimento das paredes dos cilindros, que reduz as perdas por atrito.

Mercedes-AMG A 35 4MATIC

Para um modelo que foi concebido como de tração dianteira, o peso do motor é de fundamental importância, sob pena de se ter um veículo que sai de frente muito facilmente. De todo modo, o A 35 tem a vantagem de ter tração nas quatro rodas, com o sistema 4MATIC. E a Mercedes-Benz fez questão de dotar o modelo de uma distribuição de força que pode chegar a 50% para cada um dos eixos. Na maior parte do tempo, porém, o A 35 roda só com a ajuda de suas rodas dianteiras.

Mercedes-AMG A 35 4MATIC

O câmbio escolhido para o modelo é o automatizado de dupla embreagem AMG SPEEDSHIFT DCT 7G, que promete durabilidade e trocas rapidíssimas e sem buracos entre uma marcha e outra. Além de ajudar o carro a ter 5 modos diferentes de direção: "Slippery", "Comfort", "Sport", "Sport +" e "Individual". O primeiro é destinado a condições de pouca aderência. O segundo, para condições normais de uso. Todos os demais são para explorar o lado mais nervoso do modelo. Para ajudar a pará-lo, há discos de 350 mm na dianteira, mordidos por pinças com 4 pistões, e de 330 mm na traseira. Perfurados e ventilados internamente. A suspensão pode receber um sistema de amortecimento adaptativo.

Por dentro, além dos tradicionais bancos esportivos, o A 35 terá o novo sistema MBUX, que integra o painel e a central multimídia em uma peça só, ainda que, sob o vidro, existam duas telas diferentes. O hot hatch promete ser uma das estrelas da Mercedes no Salão de Paris, em outubro, e começará a ser vendido apenas em janeiro do ano que vem. No Brasil, ainda se espera pela estreia do Classe A de nova geração.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Picape
SUV/Crossover
Sedã
Hatchback
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro