PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Mercedes-AMG C63 pode trocar motor V8 por um de quatro cilindros

Modelo ainda adotaria sistema híbrido leve para ultrapassar a barreira dos 500 cv

Os felizardos que desejam ou ao menos já pilotaram um Mercedes-AMG C63 sabem que este é um dos sedãs superesportivos mais cultuados da indústria. No entanto, para desespero dos fãs e dos mais puristas, a próxima geração será profundamente diferente. 

Além de perder a tradicional tração traseira, adotando o sistema integral 4Matic, o modelo também deixará de lado o motor 4.0 V8 twin-turbo. A informação foi divulgada pela revista britânica Autocar. Segundo eles, o motor será o quatro cilindros presente no A45. 

O propulsor também equipa o CLA45 e, atualmente, fornece até 421 cv (6.750 rpm) e 51 kgfm de torque (entre 5.000 e 5.250 rpm). No entanto, com alguns ajustes, pode tranquilamente superar os 500 cv. 

Para deixar os puristas ainda mais nervosos, a AMG estaria preparando o sedã para adotar um sistema híbrido-leve de 48 volts, responsável por aumentar a potência. Assim, ao menos em termos de potência o modelo seria próximo ao vendido atualmente. 

O lançamento é aguardado somente para 2021, mas a AMG antecipa que o segredo para extrair tanta potência de um motor 2 litros está na engenharia. O motor é montado de maneira invertida, ou seja, com coletor de admissão na dianteira e turbo e coletor na traseira, permitindo melhor fluxo dos gases. Há ainda uso de camisas dos cilindros revestidas com acabamento espelhado e um inovador sistema de injeção direta de dois estágios. 

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Picape
SUV/Crossover
Sedã
Hatchback
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro