PUBLICIDADE
HomeNotíciasMercado
Compartilhar

Mercedes-Benz decide adiar produção da Classe X na Argentina

Motivo seria queda nos lucros, mas não se pode descartar a turbulência da Aliança depois da prisão de Carlos Ghosn

Quem estava à espera da Frontier da Mercedes-Benz para 2019 pode tirar o cavalinho da chuva. A Daimler anunciou que não fabricará mais a Classe X na Argentina em 2019 e que não a venderá na América Latina neste ano. De todo modo isso seria apenas um adiamento. A empresa alega que o motivo foi a lucratividade mais baixa do que a esperada, 15% mais baixa. Mas não se pode descartar que a empresa tenha receio sobre o futuro do relacionamento entre Nissan e Renault, cujo sinal mais evidente é a prisão de Carlos Ghosn.

O executivo foi libertado sob fiança mais uma vez no último dia 24 de abril, depois de pagar uma fiança de US$ 4,5 milhões e de concordar em falar menos com sua esposa até seu julgamento. Mas Nissan e Renault ainda não chegaram a bom termo. Fala-se que a Renault teria proposto unificação mais uma vez, mas a Nissan só aceitaria uma relaçao de capitais iguais. Em meio a tanta incerteza, a Daimler já tratou de tirar a colaboração que tinha com a Renault de campo. A smart, ameaçada de morrer, agora está com a Geely e a própria Classe X talvez não chegue a ter uma segunda geração. Tudo deve depender de a Aliança encontrar estabilidade para que seus parceiros não se afastem. Como parece ser o caso hoje com a Daimler.

Mercedes-Benz Classe X

Vejamos se a picape sai do papel na América do Sul. Há quem diga que, por conta de contratos já firmados, o custo de não fabricá-la seria mais alto que o de deixar o projeto morrer, mas, se fosse mesmo assim, a empresa já teria colocado tudo para andar. Quanto mais cedo um projeto dá retorno, melhor.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Sedã
SUV/Crossover
Picape
Hatchback
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Hibrido/Elétrico
Luxo
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro