PUBLICIDADE
HomeNotíciasMercado
Compartilhar

Mercedes-Benz decide adiar produção da Classe X na Argentina

Motivo seria queda nos lucros, mas não se pode descartar a turbulência da Aliança depois da prisão de Carlos Ghosn

Quem estava à espera da Frontier da Mercedes-Benz para 2019 pode tirar o cavalinho da chuva. A Daimler anunciou que não fabricará mais a Classe X na Argentina em 2019 e que não a venderá na América Latina neste ano. De todo modo isso seria apenas um adiamento. A empresa alega que o motivo foi a lucratividade mais baixa do que a esperada, 15% mais baixa. Mas não se pode descartar que a empresa tenha receio sobre o futuro do relacionamento entre Nissan e Renault, cujo sinal mais evidente é a prisão de Carlos Ghosn.

O executivo foi libertado sob fiança mais uma vez no último dia 24 de abril, depois de pagar uma fiança de US$ 4,5 milhões e de concordar em falar menos com sua esposa até seu julgamento. Mas Nissan e Renault ainda não chegaram a bom termo. Fala-se que a Renault teria proposto unificação mais uma vez, mas a Nissan só aceitaria uma relaçao de capitais iguais. Em meio a tanta incerteza, a Daimler já tratou de tirar a colaboração que tinha com a Renault de campo. A smart, ameaçada de morrer, agora está com a Geely e a própria Classe X talvez não chegue a ter uma segunda geração. Tudo deve depender de a Aliança encontrar estabilidade para que seus parceiros não se afastem. Como parece ser o caso hoje com a Daimler.

Mercedes-Benz Classe X

Vejamos se a picape sai do papel na América do Sul. Há quem diga que, por conta de contratos já firmados, o custo de não fabricá-la seria mais alto que o de deixar o projeto morrer, mas, se fosse mesmo assim, a empresa já teria colocado tudo para andar. Quanto mais cedo um projeto dá retorno, melhor.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro