PUBLICIDADE
HomeNotíciasMercado
Compartilhar

Novembro aponta 15% de crescimento em carros novos, diz Anfavea

Recuperação do crédito e demanda por veículos importados são dois dos fatores de crescimento acima do esperado pela entidade dos fabricantes

Novembro teve um resultado aparentemente pior que o de outubro em vendas de carros novos, mas não se deixe enganar. Apesar dos 9,3% de queda, isso se explica pela menor quantidade de dias úteis de novembro em relação a outubro. A média diária, de todo modo, foi a mesma, com cerca de 11,5 mil carros vendidos por dia no país. Esses números, que mostram um crescimento de 15% no acumulado do ano, dão à Anfavea a tranquilidade de afirmar que errou em sua previsão de crescimento para 2018. Mesmo a previsão melhorada, de 13,1%, ficou abaixo dos bons resultados apresentados até aqui. Que devem ser consolidados pelos de dezembro. Em seu último exercício de futurologia, a Anfavea prevê que os 15% devem se firmar como o resultado de 2018, o que equivale a dizer que serão vendidos 2,56 milhões de unidades.

Além da recuperação do crédito, apontada por Antonio Megale, presidente da Anfavea, como um dos fatores da melhora, a demanda por carros importados também ajudou. Enquanto modelos fabricados no Brasil tiveram um aumento acumulado de 13,3% ou 2.049.837 unidades, o de carros importados foi de 29,2%, com 282.065 unidades. O que levou o mercado brasileiro a 2.331.902 carros, ou 15% a mais do que os 2.027.067 vendidos entre janeiro e novembro de 2017.

Em termos de produção, a Anfavea espera fechar o ano superando a marca de 3 milhões de unidades. Um número que poderia ser maior se as exportações tivessem tido o desempenho esperado. A Anfavea pretendia bater o recorde de 766 mil carros exportados, mas deverá ficar em apenas 650 mil em 2018. Culpa da situação da Argentina, que reduziu as vendas para o principal mercado externo da indústria brasileira.

Para 2019, a Anfavea prevê crescimento de dois dígitos, na casa dos 10%, e um mercado interno de 2,8 milhões de unidades. A produção, já acima das 3 milhões de unidades, deve avançar para algo em torno de 3,3 milhões.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro