PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Polícia divulga vídeo do atropelamento fatal do XC90 do Uber

Imagens mostram tanto o vídeo da estrada quanto o do interior do veículo

A notícia do primeiro acidente fatal com um modelo autônomo ainda provocava uma série de dúvidas. O que teria motivado o acidente? Será que a motorista reserva não teria visto Elaine Herzberg, de 49 anos, atravessar a via fora da faixa de pedestres? Será que os sistemas de detecção de pedestres do Volvo XC90 usado pelo Uber teriam falhado? Elaine estava ou não andando de bicicleta? Pois a polícia de Tempe, no Arizona, revelou nesta quinta (22) o vídeo do acidente. Na verdade, revelou dois vídeos: o da parte externa do carro, que mostra o atropelamento de Elaine, e a da parte interna, que foca a motorista Rafaela Vasquez, de 44 anos. E eles explicam tudo.

Elaine surge do nada em frente ao carro. A via em que o acidente aconteceu, a Mill Avenue, estava mal iluminada. E ela não andava de bicicleta, mas apenas a levava junto ao corpo, como a polícia havia divulgado que seria mais provável inicialmente. Rafaela, por sua vez, estava distraída com o smartphone e notou Elaine na pista apenas quando era tarde demais para intervir. O vídeo abaixo pode ser chocante. Não recomendamos que pessoas com problemas cardíacos ou impressionáveis o assistam.

Em suma, e como especialistas em segurança costumam dizer, o acidente foi uma coleção de coisas erradas. Elaine Herzberg não deveria ter atravessado a via sem estar muito atenta ao tráfego, fora da faixa de pedestres e em um local de baixa iluminação. Rafaela Vasquez, como um backup que se preze, deveria estar atenta ao tráfego e não ao celular, ainda que não fosse responsabilidade dela dirigir o veículo. Por fim, o XC90, que rodava a 38 mph (61 km/h) em uma zona de 35 mph (56 km/h), teve uma falha gravíssima dos sistemas que deveriam justamente evitar atropelamentos. Como se tratava de um teste da tecnologia, pode-se dizer que foi ela que falhou, em última instância. O que não deverá deixar Rafaela mais tranquila nem resolver o imbróglio jurídico que deverá se seguir.

Afinal, quem atropelou Elaine Herzberg? A Volvo, com seu XC90? O Uber, que dotou o modelo de equipamentos de condução autônoma? Rafaela, que não conseguiu evitar o acidente? Ou a culpa será jogada em Elaine e ficará tudo por isso mesmo? Este será um caso triste, mas instrutivo, sobre como futuras mortes causadas por modelos autônomos serão tratadas. Acompanharemos de perto para contar a vocês o que o futuro dos autônomos nos reserva.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro