PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Porsche promete 100 km de autonomia com recarga de 4 minutos para o Taycan

Recurso só seria possível por conta da voltagem do sistema elétrico do modelo, de 800V, o dobro da de um carro elétrico comum

Enquanto o Brasil se prepara para conhecer um elétrico para as massas, o Nissan Leaf, que estará disponível até para test-drive durante o Salão do Automóvel, o resto do mundo discute a evolução destes modelos, já bastante comuns na China, EUA e Europa. É o caso do futuro Porsche Taycan, que promete à Porsche uma margem de lucro de 15%, considerada altíssima para a indústria automobilística no exterior. Mas não apenas isso. Segundo a marca, o modelo poderá rodar 100 km com uma recarga de apenas 4 minutos e de 400 km após apenas 15 minutos ligado a um supercarregador da marca. A explicação para uma recarga tão rápida comparada aos padrões atuais está na voltagem do sistema elétrico do modelo, de 800V. É simplesmente o dobro da voltagem em que outros modelos, como o Nissan Leaf, funcionam.

 

A Porsche ressalta outras benesses que o Taycan pretende oferecer à marca e a seus compradores. A empresa contratou 1.200 novos funcionários para a fábrica de Zuffenhausen, o que torna o Taycan o modelo que mais ampliou a oferta de trabalho na fabricante de uma tacada só. Sua fábrica, a exemplo da usada pela Mercedes-Benz para a fabricação do EQC, será dividida com o 911 e os 718 Cayman e Boxster, mas será flexível. Em outras palavras, o Taycan não precisará ter funcionalidades sacrificadas para ter escala, como aconteceu com o SUV elétrico da Daimler. Os operários que o montarão também serão treinados a montar os esportivos mais tradicionais da marca, algo que faz parte do Porsche Production 4.0, ou a indústria 4.0, como se convencionou chamar esses esforços.

Porsche Taycan

Não é por acaso que a Porsche está com todas as suas atenções voltadas ao novo modelo. Enquanto os fabricantes tradicionais lutam para encaixar o carro elétrico em seus investimentos e fábricas, a Tesla nada de braçada com seus modelos no segundo maior mercado do mundo, os EUA. Em especial com o Model 3. E se prepara para ter fábrica também na China, o maior mercado da atualidade. Quem quiser um naco deste novo mercado tem de oferecer mais do que a Tesla. E é nisso que a Porsche quer fazer com o Taycan.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro