PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Primeira volta KBB™: VW Jetta GLI 2022 muda pouco, mas mantém aura de Golf GTI

Sedã fica ainda melhor com mudanças mecânicas e entrega bom custo-benefício entre esportivos

Honda Civic Si, Renault Sandero R.S. e Volkswagen Golf GTI são alguns dos esportivos que saíram de linha no Brasil nos últimos anos devido aos baixos números de vendas ou simplesmente por não atenderem as novas leis de consumo e emissões. Com isso, os carros focados em desempenho ficaram restritos às marcas premium, que cobram bem mais caro por essa exclusividade.

O Volkswagen Jetta GLI pode ser considerado um símbolo de resistência dos esportivos de marcas generalistas, uma vez que entrega mais desempenho e conteúdo que os sedãs premium da sua faixa de preço. Longe de ser barato (parte de R$ 216.990), o GLI 2022 chega reestilizado, com mecânica revisada e novos equipamentos.

As mudanças visuais são discretas. Na dianteira, a grade agora é do tipo colmeia com um friso vermelho que se integra à faixa dos LEDs de rodagem diurna dos faróis. A parte inferior do para-choque também foi retocada com duas entradas de ar falsas. As rodas de liga leve de 18 polegadas também foram redesenhadas e ficaram mais bonitas que as do modelo anterior.

Na traseira, as mudanças são basicamente o falso difusor na base do para-choque e as ponteiras de escape ovaladas. Os retoques nos para-choques “esticaram” o Jetta GLI 2022 em 3,8 centímetros.

Por dentro, o sedã recebeu o novo volante com teclas do tipo “touch” e a central multimídia VW Play com tela de 10,1” e loja virtual de aplicativos, ambos presentes em outros modelos da Volks. O acabamento predominantemente preto com costuras e detalhes contrastantes em vermelho foi mantido. Essa combinação de cores, que destaca o caráter esportivo do sedã, foi reforçado com a aplicação de detalhes plásticos no painel e nas portas.

Ganho de potência e novo câmbio

Já as melhorias mais importantes foram feitas no motor e no câmbio. O propulsor 2.0 turbo a gasolina de quatro cilindros, movido a gasolina, perdeu a injeção indireta de combustível, passando a contar somente com o sistema de injeção direta. As válvulas de escape agora possuem um variador de fase de abertura, o que melhora as respostas ao acelerador em baixas rotações e reduz as emissões, segundo a Volkswagen. Dois catalisadores contribuem na diminuição dos poluentes despejados na atmosfera.

Com essas mudanças, o motor ganhou 1 cv de potência e passou a gerar 231 cv de 5.000 rpm a 6.200 rpm, mantendo os 35,7 kgfm de torque entre 1.500 e 4.440 rpm.

Enquanto o propulsor foi atualizado, o câmbio DSG DQ 350 de seis marchas foi substituído pelo DQ 381, também de dupla embreagem banhada a óleo, mas com sete velocidades. A nova caixa tem um escalonamento mais alongado nas marchas mais altas para favorecer o consumo rodoviário. A Volkswagen diz que o Jetta GLI 2022 ficou até 9% mais econômico que o antecessor.

Como anda o VW Jetta GLI 2022?

O Jetta GLI pode ser considerado um sucessor do Golf GTI com porta-malas grande (510 litros ante 330 litros do hatch), uma vez que seus desempenho e comportamento dinâmico são muito parelhos com os do dois-volumes.

Em linha reta, o Jetta GLI é um carro com ótima estabilidade direcional e muito fôlego extra para acelerar devido à elasticidade do motor turbinado e à agilidade do câmbio nas trocas de marchas. De acordo com os dados de fábrica, o sedã faz de 0 a 100 km/h em 6,7 segundos e atinge a velocidade máxima de 249 km/h.

A melhora mais notável é sentida nas curvas graças ao novo sistema de diferencial de deslizamento eletrônico acoplado à transmissão. Esse recurso trabalha em conjunto ao diferencial de deslizamento limitado mecânico dos freios, atuando nas rodas do lado interno das curvas para otimizar a entrega de torque e manter o carro na trajetória mesmo numa tocada mais agressiva, como a do teste promovido em um autódromo.

As respostas quase imediatas da direção elétrica também contribuem para essa dirigibilidade instigante. Os freios a disco nas quatro rodas merecem ser citados, pois não apresentaram indício de fadiga durante algumas voltas no travado Circuito Panamericano, no interior de São Paulo, mesmo depois de o carro ter passado na mão de outros jornalistas que também aproveitaram para levar o Jetta GLI perto do seu limite. 

Equipamentos de série

O Jetta GLI 2022 é importado do México com todos os equipamentos a que tem direito. Os únicos opcionais são as pinturas sólida cinza Puro (R$ 850), as metálicas azul Rising e vermelho Kings (R$ 2 mil cada) e a perolizada preto Mystic (R$ 2.200).

Já a lista de equipamentos de série conta com seis airbags, controles eletrônicos de estabilidade e tração, central multimídia VW Play com espelhamento de smartphones, carregador de celular por indução, teto solar elétrico, painel digital, controle de cruzeiro adaptativo, alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência, assistente de permanência em faixa, faróis de LED com acendimento e comutação do facho alto automáticos, ar-condicionado de duas zonas, chave presencial, entre outros. Entretanto, o sedã perdeu o sistema de som Beats presente antes da reestilização.

Como dissemos anteriormente, o Jetta GLI 2022 está longe de ser um carro barato, mas no atual patamar de preço no qual vive o mercado brasileiro, nenhum outro sedã entrega um pacote de equipamentos com desempenho semelhante. Sem rivais diretos, o Volkswagen tem como concorrente mais próximo em performance o “primo” alemão Audi A3 Sedan 2.0 TFSI, que custa a partir de R$ 263.990 e tem 40 cv a menos.

Teste-drive a convite da Volkswagen

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro