PUBLICIDADE
HomeNotíciasMercado
Compartilhar

Quanto um Fiat Mobi desvaloriza?

Para ajudar na compra consciente dos consumidores brasileiros, a KBB levantou a taxa de desvalorização das versões do Mobi

Totalmente projetado no Brasil, o Mobi é uma das apostas mais recentes da Fiat no mercado nacional. Lançado em abril de 2016 e dividindo plataforma com a segunda geração do UNO, seu companheiro de marca, ele chegou para praticamente inaugurar um novo segmento, o de subcompactos.

Ainda que não tenha feito o sucesso que a marca esperava para ele, especialmente por conta do momento de mercado em que ele nasceu, o Mobi encontrou seu lugar ao sol. Para auxiliar em compras mais assertivas dos consumidores, a KBB Brasil montou uma lista com as versões do Fiat Mobi que mais e menos desvalorizam.

Diferente do que geralmente pode ser analisado em alguns modelos, as versões de entrada apresentam as menores taxas de desvalorização se comparadas à versão topo de linha. O Drive 1.0 automático bateu a média de 14,44% a menos do seu valor inicial. Já a versão manual segue como a segunda que mais desvaloriza, perdendo 8,07% de seu valor. Isso mostra que só o câmbio GSR, o antigo Dualogic, já aumenta em 6,37% a desvalorização no mesmo veículo.

Confira abaixo a tabela com a comparação entre as taxas de desvalorização das versões do Mobi:

VEÍCULO/VERSÃO

0KM

(2019)

Modelo

2018

Desvalorização

FIAT MOBI EASY 1.0 8V FLEX

R$ 31.449

R$ 29.796

-5,26%

FIAT MOBI LIKE 1.0 8V FLEX

R$ 38.095

R$ 35.691

-6,31%

FIAT MOBI WAY 1.0 8V FLEX

R$ 39.555

R$ 36.714

-7,18%

FIAT MOBI DRIVE 1.0 6V FLEX

R$ 40.691

R$ 37.408

-8,07%

FIAT MOBI DRIVE 1.0 6V GSR FLEX

R$ 45.924

R$ 39.291

-14,44%

A KBB utiliza tecnologias de análise de dados e Big Data para produzir os levantamentos de precificação e desvalorização de veículos novos e usados. Os valores aqui presentes são gerados por meio de um complexo algoritmo, que analisa diversos fatores de comportamento do mercado automotivo brasileiro, além de seguir uma rígida análise de especialistas. A empresa atua com o propósito de conscientizar os consumidores na compra e venda de carros a partir da determinação de preços justos.

Sobre a Kelley Blue Book
Criada em 1926 nos Estados Unidos, a Kelley Blue Book é referência em preços de carros novos e usados tanto para quem compra quando para quem vende. Ela usa como base de cálculo para o Preço KBB valores de mercado praticados regionalmente. Também é a única a produzir uma tabela que leva em conta fatores como quilometragem, cor, nível de equipamentos e estado de conservação do veículo. E que permite que ninguém perca dinheiro na negociação: seja de um novo ou de um usado. Também oferece conteúdo editorial abrangente em texto e vídeo, com dicas e avaliações de especialistas, ferramentas para comparação de carros e opinião do dono.

Referência em precificação no mercado automotivo norte-americano, a KBB também tem operação em Portugal. Oficialmente no Brasil desde outubro de 2017, a Kelley Blue Book é baseada em Irvine, Califórnia, e faz parte da Cox Automotive.

Sobre Cox Automotive
A Cox Automotive, Inc. está transformando a forma como o mundo compra e vende veículos por meio de soluções para consumidores, fabricantes e revendedores em todas as fases da experiência automotiva. A empresa global tem cerca de 34.000 membros na equipe, em mais de 200 escritórios em todo o mundo, que atendem mais de 40 mil clientes.

A Cox Automotive é uma subsidiária da Cox Enterprises Inc., uma companhia com sede em Atlanta cujas receitas ultrapassam US$ 20 bilhões. Para mais informações sobre a Cox Automotive, visite www.coxautoinc.com.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Picape
SUV/Crossover
Sedã
Hatchback
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro