PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Renault Kwid enfrenta seu primeiro recall por freios e tubo de combustível

Problemas afetam quase todas as unidades fabricadas desde o lançamento. Renault também convocou Sandero, Logan, Duster e Duster Oroch

Depois dos bons resultados do Kwid no Latin NCAP, uma notícia chata para quem comprou o subcompacto da Renault: o primeiro recall do modelo. Na verdade, ele tem mais de um chamamento para atender. E um deles envolve todas as unidades fabricadas até hoje.

 

O primeiro diz respeito ao tubo de combustível. Por conta de seu posicionamento, este tubo pode ser perfurado, causando vazamento e risco de incêndio. Foram afetadas 16.798 unidades, fabricadas entre 1 de março de 2016 (algo estranhíssimo, considerando que ele foi lançado em agosto de 2017) e 27 de setembro deste ano, dos seguintes chassis (não sequenciais): HJ524902 até JJ999218. A empresa não informa quanto tempo levará para efetuar a correção.

O segundo afeta o sistema de freios. Confirmando os boletins técnicos a que a revista Quatro Rodas teve acesso, e que causaram atrasos na entrega de unidades do Kwid a seus proprietários, o problema é tratado de forma genérica. A Renault fala que "o sistema de freios pode ter trincas", mas não fala exatamente o componente que pode ter sido afetado. Isso porque já houve problemas nos espelhos dos freios traseiros e nos discos dianteiros, mas eles teoricamente foram resolvidos antes de os veículos serem entregues a seus proprietários.

Renault Kwid Intense

Segundo a Renault, será preciso fazer a verificação e eventual reparo de 21.802 unidades, possivelmente todos que já foram vendidos até hoje, e envolve chassis (não sequenciais) de HJ524902 até JJ999218, fabricados entre 1 de março de 2016 e 2 de novembro de 2017. Se você comparar com o chamado anterior, verá que são citados os mesmos chassis e as mesmas datas de fabricação. Como essa verificação dura um dia inteiro, ela provavelmente abrangerá também o conserto do tubo de combustível.

Sandero, Logan, Duster e Duster Oroch

A Renault também convocou nesta terça (21) proprietários dos modelos Sandero, Logan, Duster e Duster Oroch para verificação e eventual substituição da mangueira de direção de baixa pressão da direção hidráulica destes veículos. Essa mangueira estaria se deteriorando mais rápido do que o esperado, o que causa o vazamento do óleo da direção, que é altamente inflamável e poderia trazer risco de incêndio, mas a Renault alerta apenas sobre a perda da assistência à direção, o que a torna muito mais pesada e pode ocasionar perda de dirigibilidade.

Serão chamadas 13.026 unidades de todos os modelos, fabricadas entre 29 de julho e 6 de outubro de 2016. No caso do Sandero, os chassis são não sequenciais e vão de GJ481357 até GJ549376 e de HJ246861 até HJ656295. No dos demais, não fica claro se eles são sequenciais ou não, mas os dos Logan envolvidos vão de GJ481363 a GJ516511 e de HJ246859 a HJ548486, os dos Duster, de HJ246871 até HJ547067, e os das Duster Oroch vão de HJ246869 até HJ557912. O reparo demora 1h30.

Todos os recalls anunciados hoje precisam ser previamente agendados na concessionária da preferência do proprietário. Para saber se seu veículo está envolvido nestas convocações, informe-se pelo telefone 0800-0555615 ou pelo site www.renault.com.br/servicos/recall.

 

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro