PUBLICIDADE
HomeNotíciasMercado
Compartilhar

Depois de sucesso com Opel, PSA estaria disposta a comprar FCA

Negócio mais provável envolveria fusão entre as empresas para criar um gigante mundial automotivo

morte de Sergio Marchionne parece não ter encerrado um dos grandes objetivos do executivo à frente da FCA: a fusão com alguma outra grande fabricante. O executivo, que deu uma cartada de mestre ao juntar o grupo Fiat ao grupo Chrysler, criando a FCA, vivia tentando um acordo com outras empresas. Um dos alvos mais insistentes de Marchionne para a fusão era a GM, que se recusou a fazê-lo depois de uma experiência traumática com a fabricante italiana. Em 2005, depois de assinarem um acordo de troca de ações, a GM tinha duas escolhas: comprar a Fiat em sua totalidade ou pagar US$ 2 bilhões para se livrar da italiana. Preferiu a última alternativa. Mas a PSA, que já teve e ainda tem parcerias de fabricação de produtos com a FCA, parece mais disposta a um entendimento. E o mercado já fala não apenas em uma fusão das duas empresas, mas até na possibilidade de a PSA comprar a FCA. Isso fez as ações da empresa ítalo-americana valorizarem na última terça-feira (19), assim como as da PSA. Sinal de que um negócio do tipo seria benéfico para ambas as empresas.

A FCA tem uma relevante presença no mercado norte-americano e uma marca fortíssima no segmento mais quente do mercado, o de SUVs: a Jeep. A PSA é forte na Europa, onde conseguiu a proeza de, em apenas um ano, ter lucros com a Opel e com a Vauxhall, empresas compradas da GM. Que não conseguiu ter lucro com elas em 20 anos... A ideia, portanto, seria unir o que cada uma delas tem de melhor para, como sonhava Marchionne, ter uma fabricante que entregue mais de 6 milhões de unidades por ano. Era, segundo o executivo, a única forma de ter certeza do sucesso da operação.

Os rumores sobre a aquisição ou uma possível fusão andam fortes. Especialmente depois de Robert Peugeot, presidente da holding FFP, de sua família, dizer ao jornal francês “Les Echos” que seria favorável a novas parcerias com outros fabricantes. Com isso, Carlos Tavares, o presidente da PSA, estaria livre para dar andamento a qualquer novo acordo com outras fabricantes. Mike Manley, presidente da FCA, já disse que não descarta nenhum acordo que possa deixar a empresa mais forte. Para bom entendedor...

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Picape
SUV/Crossover
Sedã
Hatchback
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro