PUBLICIDADE
HomeNotíciasDicas
Compartilhar

Você sabe a diferença entre modelo e versão?

Entender o que distingue os dois conceitos pode ajudar a fazer buscas mais efetivas por carros novos ou usados

Não é incomum ver o mercado tratar dois modelos completamente distintos do mesmo modo só porque eles têm um nome começado igual. Veja o caso do Fiat Palio e do Fiat Palio Weekend. Enquanto o primeiro é um hatchback, o segundo é uma perua. Mesmo assim, há sistemas de classificação que colocam os dois sob o mesmo chapéu. Um erro que muitas vezes impede que as pessoas que estão buscando pela perua a encontrem. Mas há também o extremo oposto: gente que acha que a versão é o modelo. Os casos mais frequentes são com as linhas Mercedes-Benz e BMW. Um 320i é exatamente o mesmo Série 3 com o nome 340i. O que muda é apenas sua motorização ou, mais exatamente, a versão em que aquele modelo é oferecido. É por isso que é importante entender o que define modelo e versão no mundo automotivo.

Um modelo de automóvel diz respeito não apenas a seu nome, como já demonstramos, mas principalmente a sua carroceria. Um Audi A6 é um sedã. Uma Audi A6 Avant é uma perua e, portanto, um modelo diferente do A6. Por vezes, o nome de um modelo muda ao longo de sua vida. Veja o caso do Chevrolet Corsa Sedan, que acabou se tornando o Classic. Ou da Palio Weekend, que virou apenas Weekend, bem como o Uno Mille, que foi chamado apenas de Mille por um período de sua fabricação.

O conceito de versão abarca níveis diferentes de acabamento e de motorização. É o caso de um VW Gol Comfortline e de um Gol Rallye, por exemplo. Ainda que este último tenha suspensão mais alta e algumas modificações de estilo, ele continua a ser um Gol. Ou seja, tem o mesmo modelo de um Comfortline: o que muda é a versão. O caso dos aventureiros é muito emblemático de como os fabricantes tentam embaralhar as classificações para ter um "novo modelo" apenas com modificações simples. O CrossFox nada mais é do que um Fox aventureiro, mas o fato de a VW usar um nome diferente para ele faz muita gente considerá-lo um modelo independente, o que é ótimo para a Volkswagen, que ganha um "SUV" com pouquíssimo investimento. Afinal de contas, ela também tem uma perua chamada de SpaceFox (Suran, na Argentina): por que o CrossFox não seria também diferente do Fox? A Honda foi ainda mais longe na estratégia: deu ao Fit uma dianteira e uma traseira diferente, um nome novo e criou um "SUV", o WR-V. Que nada mais é do que um Fit com suspensão mais alta, outro nome e as modificações que já mencionamos.

Saber as diferenças dá ao consumidor mais poder de negociação. Por que, afinal, ele deveria pagar R$ 10.000 a mais, eventualmente até algo acima disso, por leves alterações estéticas? Conhecimento é poder, especialmente para quem quer fazer a melhor compra possível.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro