PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Volkswagen dá mais detalhes sobre o inédito T-Cross no Brasil

Apresentação revelou alguns equipamentos das versões mais caras do SUV

Você viu nesta quinta-feira (25) que a Volkswagen apresentou no mesmo dia, em três cidades diferentes, o inédito T-Cross, primeiro SUV compacto da companhia. O evento no Brasil foi realizado em São Paulo (SP) e serviu para revelar exatamente o modelo que será vendido por aqui, com suas diferenças em relação ao que será comercializado na Europa, como já dissemos em outras oportunidades. Durante a apresentação, também pudemos conhecer em mais detalhes a lista de equipamentos do SUV e como ele é por dentro. Só ficaram faltando os preços, que vem ser revelados somente no ano que vem, uma vez que ele deve chegar às lojas a partir de abril de 2019. 

Tomando emprestado a interpretação "pós-moderna" dos carros atuais do jornalista Sérgio Quintanilha, embora a Volkswagen defina o T-Cross como um carro "revolucionário" para o seu segmento, ele traduz muito mais a consolidação de uma onda que começou na década passada. Foi só agora que a gigante alemã decidiu participar dela, quando todo mundo já está acostumado com a proposta dos SUVs. Ele pode ser uma síntese muito bem feita daquilo que já vimos oferecido na categoria, mas só poderemos afirmar isso após dirigi-lo, o que ainda não ocorreu. Contudo, o T-Cross parece só respeitar a tendência (ou receita) do que faz um bom SUV: ele não provoca nenhuma ruptura com o status quo do segmento. 

Volkswagen T-Cross Highline

A começar pelo design, o SUV da Volkswagen certamente traz detalhes que o distinguem facilmente da concorrência, ao menos na versão Highline. A barra preta atrás, ligando as lanternas, o teto contrastando com o restante da carroceria e o maior teto panorâmico da categoria são alguns exemplos, bem como o conjunto óptico em duas seções. A harmonia no estilo é inegável, mas a silhueta tradicional de SUV e até mesmo os elementados citados agora podem ser pincelados de modelos de outras marcas, ou seja, é um visual que cumpre o que o público espera (o que é uma vantagem), porém não causa espanto revolucionário. 

Por dentro, o compartilhamento da plataforma MQB-A0 com o Volkswagen Virtus é outro lugar comum que torna o T-Cross menos revolucionário, mas muito eficiente. O acabamento apela ao mais jovens, com painel colorido, a tela de 8 polegadas touchscreen e o painel digital Active Info Display, de 10,25 polegadas, provavelmente opcional, que dão um toque moderno e tecnológico ao SUV. A maioria dos revestimentos usa plásticos rígidos e couro onde mais se encosta, sem qualquer sinal de rebarbas ou encaixes malfeitos. O nível de praticidade é razoável para quem vai na frente, com um baú mais discreto no centro e compartimentos mais largos nas portas, mas as quatro entradas USB são uma oferta generosa da Volkswagen. Atrás, o espaço, providenciado pelos 2,65 m de entre-eixos (uma das diferenças entre o T-Cross nacional e o europeu, já que o nosso vem da base do Virtus), é outra generosidade fundamental para o segmento, já que há bom espaço para pernas e cabeça. 

Volkswagen T-Cross Highline

O ponto que mais destoa neste quesito é o volume do bagageiro. São 373 litros que podem se transformar em 420 litros caso alguém puxe a segunda fileira de assentos, com encostos bipartidos, para a frente por meio do trilho do ajuste de distância disponível ali. Uma inspeção mais atenta no porta-malas basta para prevermos que, futuramente, é possível que a Volkswagen aumente a capacidade do porta-malas optando por estepe temporário em vez do regular, aproveitando-se da mesma estratégia da Jeep com o Renegade

Como já havíamos adiantado, o T-Cross será exclusivamente oferecido com motores turbo no Brasil. Tratam-se dos motores 1.0 TSI de 128 cv e 20,4 kgfm de torque e do 1.4 TSI de 150 cv e 25,5 kgfm de torque, ambos trabalhando com câmbio automático de 6 marchas. O que não sabíamos é que também haverá uma opção manual para combinar com o motor 1.0 TSI. Neste aspecto, sim, o T-Cross se destaca bastante dos SUVs compactos mais vendidos, todavia, Citroën C4 Cactus e Chevrolet Tracker também possuem motores turbo neste segmento (sem contar a opção mais de nicho do Jeep Renegade, com seu motor 2.0 turbodiesel). Entre os principais equipamentos da gama do T-Cross, além daqueles que já citamos aqui, estão 6 airbags, controle eletrônico de estabilidade, assistende de partida em rampa, bloqueio eletrônico do diferencial, monitoramento de pressão dos pneus, freios a disco nas 4 rodas (276 mm na frente e 230 mm atrás), sistema de som Beats de 300W com 7 alto-falantes e um subwoofer, seletor de modos de condução (Normal, Eco, Esportivo ou Individual), chave presencial, partida por botão e faróis full LED.  

Volkswagen T-Cross Highline

De acordo com os executivos da companhia, a ambição da Volkswagen com o T-Cross é atingir a liderança do segmento até o final de 2020, tendo o Honda HR-V como o principal rival a ser batido. Com isso, podemos imaginar que os preços do T-Cross casem com os praticados pela Honda, com a vantagem de o T-Cross pagar menos impostos devido às menores cilindradas dos motores (o HR-V só possui motor 1.8 em sua gama), o que pode lhe render alguma vantagem de preço. Isso só será confirmado no ano que vem.

O que pudemos conferir pessoalmente na apresentação do T-Cross nesta quinta-feira é que a Volkswagen demorou muito para entrar no segmento dos SUVs compactos, mas aparentemente seguiu à risca o que deu certo até agora na categoria para oferecer um produto que vai bem em espaço, equipamentos, tecnologia e versatilidade, além de prometer desempenho e eficiência "best-in-class" com os motores turbo, já aprovados em outros modelos que os utilizam. Somente uma avaliação mais profunda e, obviamente, o test-drive dirão se ele é o melhor entre seus pares nestes quesitos, mas certamente a expectativa é alta.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro