PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Volkswagen tira itens de série do T-Cross para PCD

Até emblema da motorização passa a ser opcional

O Volkswagen T-Cross alcançou o posto de carro mais vendido em julho graças ao mercado PCD. No entanto, no lançamento da linha 2021, a versão Sense, destinada a este público, perdeu alguns itens para se manter no teto de R$ 70 mil. 

Se antes a configuração se destacava por contar com central multimídia e rodas de liga leve, agora ambos os itens são opcionais. Até mesmo o símbolo “200 TSI”, que indica a motorização, foi retirado da lista de itens de série. 

Apesar disso, a lista ainda é robusta para esse segmento: 6 airbags, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, direção elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos nas quatro portas, travas elétricas e retrovisores externos elétricos. O motor segue o 1.0 TSI de 128 cv com câmbio automático de seis marchas. 

Quem quiser o T-Cross com tudo que vinha antes, vai ter que apelar para os pacotes opcionais abaixo: 

Essential: tampão do porta-malas, jogo de tapetes, soleira de alumínio e sensor de ré;

Tech: emblema 200 TSI na tampa do porta-malas, central multimídia com conexões Android Auto e Apple CarPlay e câmera de ré;

Style: rodas de 16 polegadas com parafuso antifurto e capas dos parafusos das rodas.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro