PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Volkswagen T-Roc ganha versão conversível

Capota de tecido rouba grande espaço do porta-malas, mas pode ser aberta em apenas 9 segundos

Os fãs de carros não aguentam mais a onda de SUVs, mas terão que se acostumar. Esse tipo de modelo veio para ficar por muito tempo e agora começa a colocar as asinhas de fora e misturar características de outros segmentos, como os SUVs com teto cupê. Agora foi a vez do Volkswagen T-Roc, irmão maior do T-Cross, que ganhou uma nova configuração, mas ao invés do teto com caimento mais inclinado, ele simplesmente se tornou conversível. 

É verdade que isso não é uma grande novidade ou inovação. Os mais atentos lembrarão que o Nissan Murano CrossCabriolet foi apresentado em 2011. Enquanto o Range Rover Evoque Convertible foi apresentado em 2015 e chegou a ser vendido no Brasil um ano depois. No entanto, o T-Roc Cabriolet é o primeiro SUV não-premium a ganhar esse tipo de solução. 

Segundo a Volkswagen, a capota de tecido leva apenas 9 segundos para abrir ou fechar. A operação pode ser feita com o carro em velocidades de até 30 km/h. Porém, o teto rouba boa parte do porta-malas, caindo de 445 litros da versão convencional para 284 litros. O SUV também passa a ser vendido com apenas duas portas. 

São duas motorizações disponíveis. A primeira delas é o 1.0 turbo de três cilindros com 115 cv de potência e 20,4 kgfm de torque. A segunda opção é um 1.5 turbo com 150 cv e 25,5 kgfm de torque. Ambos usam um câmbio manual de seis marchas, enquanto o motor mais potente pode receber uma transmissão automatizada de dupla embreagem com sete marchas.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro