PUBLICIDADE
HomeNotíciasNovidades
Compartilhar

Volvo S60, fabricado apenas nos EUA, é apresentado ao mundo

Fábrica da Volvo em Charleston, nos EUA, foi apresentada simultaneamente ao carro que produzirá com exclusividade

A Volvo revelou nesta quarta (20) não só um novo carro, mas também uma nova fase. E uma nova fábrica, a de Charleston, na Carolina do Sul, EUA, onde o S60 será produzido com exclusividade em todo o mundo. Isso neste momento. Com a guerra comercial entre EUA e China aumentando de tom, não duvidamos nada de que o novo sedã, importantíssimo no mercado chinês, seja fabricado também no mercado asiático. Estranhamente, a Volvo o mostrou sem entrar em seus detalhes técnicos. Não sabemos comprimento, distância entre-eixos nem nada, mas podemos chutar alguma coisa pelas medidas de sua perua, a V60.

V60 tem 4,76 m de comprimento, 1,85 m de largura, 1,43 m de altura, 2,87 m de entre-eixos, com um porta-malas de 529 l. É bem provável que o sedã tenha medidas semelhantes, especialmente em entre-eixos e largura. A altura tende a ser menor e o comprimento é um mistério completo. A considerar pela silhueta do sedã, bem ao estilo dos cupês, deve ser pouca coisa maior que o da perua. Quanto à motorização, a Volvo nem precisa entrar em detalhes porque ele já é mais do que conhecido. Será o Drive-E 2.0 exclusivamente a gasolina. A variação fica por conta de potência e do uso de motores elétricos para ajudar. O S60 será o primeiro Volvo sem a opção de motorização diesel. Provavelmente por ser produzido só nos EUA, país que foi o epicentro do Dieselgate. Em sua versão mais forte, a T8, o S80 terá uma potência total de 415 cv.

A plataforma do S60 é a mesma de todos os modelos maiores ou iguais que ele: V60, XC60, S90, V90 e XC90. Este último inclusive será também fabricado em Charleston. Ainda não há resultados de crash-test, mas não há razão para o S60 não seguir o padrão de 5 estrelas dos modelos da marca. Além disso, a única novidade que a Volvo topou contar sobre o veículo é que ele terá uma versão melhorada do Pilot Assist, o sistema semi-autônomo da marca, que estaria melhor em curvas e seria capaz de ajudar o motorista em velocidades de até 130 km/h. Tomara que a marca resolva nos contar mais sobre o carro nos próximos dias.

 

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro