PUBLICIDADE
HomeNotíciasMercado
Compartilhar

VW Jetta 2019, de nova geração, chega ao mercado a parti de R$ 109.990 só com motor 1.4 TSI

Opção com motor 2.0 TSI não vem ao Brasil porque não está em produção no México, de onde o sedã médio é importado

O VW Jetta 2019 será apresentado ao mercado brasileiro nesta quinta (20), mas uma velha disputa pela primazia na informação, que leva a seguidas quebras de embargo, permitiu que tivéssemos acesso às informações antes da hora. As revistas brasileiras têm acesso aos carros bem antes de todos os demais meios por questões industriais, mas muitas delas também têm sites. E a internet se tornou, para muitas, um território mais fértil do que o papel. Quem sai primeiro aparece antes nas buscas do Google, o que aumenta a audiência. Embargos são prazos combinados com todos os meios que têm acesso às informações antes da hora. Todos devem publicar suas reportagens na mesma hora, para que a vantagem do acesso antecipado não prejudique os meios que só conseguem as informações posteriormente. Mas o acordo de cavalheiros quase sempre é quebrado. Foi o que fez a revista Auto Esporte ao publicar, às 18h31 do dia 19, um vídeo do carro que seria lançado só no dia seguinte. Algo que a publicação faz em quase todos os lançamentos. Provavelmente em represália, e sentindo-se desobrigada em cumprir um acordo que não foi respeitado, a revista Quatro Rodas publicou sua matéria sobre o carro também no dia 19, mas às 20h18. A Volkswagen provavelmente correu para pedir às publicações que tirassem os materiais do ar, mas a internet tem memória. Desobrigados de qualquer acordo com o fabricante, podemos lhe mostrar todos os dados do novo lançamento desde já.

Logo no lançamento, já havíamos destacado algo que será distintivo do novo modelo por um bom tempo: a ausência do motor 2.0 TSI. Oferecido no Brasil em apenas duas versões, ele virá equipado apenas com o motor 1.4 TSI, de 150 cv, que é o único com que ele é produzido no México, de onde vem importado. A versão de entrada é a Comfortline 250 TSI, que terá preço de R$ 109.990. A mais cara, a R-Line, cobra R$ 10.000 a mais: R$ 119.990. Ambas trazem também apenas uma opção de câmbio, o automático de 6 marchas que está presente até no Gol. Prova de que o modelo já passou pelo depenamento típico de modelos à venda em mercados emergentes. Para os EUA, a alternativa ao câmbio manual de 6 marchas é um automático de 8.

VW Jetta 2019 R-Line 250 TSI

O novo Jetta é bem maior do que o anterior. Tem 4,70 m de comprimento, 1,80 m de largura, 1,46 m de altura e um entre-eixos de 2,69 m. O porta-malas continua com 510 litros, mas traz coeficiente aerodinâmico bem melhor, de 0,27, e é construído sobre a mesma plataforma do Golf, do Polo e de uma série de outros modelos com motor transversal da marca, a MQB. Já tivemos a oportunidade de dirigi-lo quando ainda era um protótipo, mas ele trazia o câmbio automático de 8 marchas. Apesar da qualidade da caixa de 6 marchas, é razoável supor que seu desempenho é inferior ao da transmissão mais moderna.

VW Jetta 2019 Comfortline 250 TSI

Quando ele ainda nem havia sido apresentado, mencionamos que seria possivelmente chamado de mini-Passat, mas é mais provável que seja chamado de "Virtão", por conta das semelhanças com o sedã compacto derivado do Polo. Por R$ 109.990, o Comfortline já vem com 6 airbags, central multimídia compatível com Android Auto e Apple Carplay, conjuntos ópticos com LEDs, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, rodas de liga leve de aro 17 e bancos com revestimento que imita couro. O R-Line, não detalhado por nenhuma das revistas, provavelmente traz teto solar elétrico e rodas de liga leve de aro 18 como diferenciais, além da perfumaria esportiva.

Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Hatchback
Sedã
Picape
SUV/Crossover
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro