PUBLICIDADE
HomeNotíciasAvaliações
Compartilhar

Avaliação KBB™ - Chevrolet Equinox Premier 2.0

Motor de Camaro é o grande trunfo do SUV, que, de quebra, vem recheado de tecnologia

O Equinox passou o seu irmão de plataforma Cruze e hoje é o modelo mais vendido da Chevrolet mundialmente. Aqui no Brasil, já foram 1.090 unidades comercializadas do SUV de janeiro a abril de 2018, o que o deixa no topo dos utilitários médio-grandes, posicionados na faixa dos R$ 150 mil. 

Os segredos do sucesso do SUV são conjunturais e de conteúdo. A preferência pelos utilitários não parece estar esfriando mundo afora, o que simboliza a troca de liderança da Chevrolet de um sedã por um SUV nas vendas globais. Mas não dá para ignorar a receita da marca com o Equinox, sobretudo no Brasil. Oferecê-lo com motor 2.0 turbo emprestado do Camaro, recheado de tecnologia e espaço interno amplo a um preço competitivo é uma estratégia que vem se provando muito acertada. E a versão que vamos detalhar para você aqui é justamente a que tem direito a tudo, a Premier, com preço sugerido de R$ 155.990. 

Resta saber se o Equinox vai resistir à chegada de novos concorrentes ao segmento, especificamente as novas gerações do Honda CR-V e do Volkswagen Tiguan, que prometem acirrar a competição com o SUV da Chevrolet e com o Hyundai New Tucson (que aparece pertinho do Equinox nas vendas este ano). 

Você gostará do Chevrolet Equinox Premier 2.0 se...

Argumentos para te conquistar não faltam no Equinox. Se você prioriza desempenho, não há nada mais abundante neste segmento no mercado do que os 262 cv do motor 2.0 turbo. Se é de espaço que você precisa, os 2,72 m de distância entre-eixos garantem boa área para pernas e cabeça. Agora, se o que você gosta é de um carro equipado e tecnológico, saiba que o SUV possui 6 airbags, frenagem de emergência, assistente de permanência na faixa, alerta de tráfego traseiro, ar-condicionado de duas zonas, central multimídia e mais uma série de outros itens que detalharemos adiante. 

Chevrolet Equinox Premier 2.0

Talvez você não curta muito...

Como você deve ter percebido, é difícil encontrar algum ponto negativo que supere as qualidade do Equinox. O porta-malas de 468 litros pode soar comedido demais para você, o acabamento não é dos mais refinados no segmento e a supensão pode ser um tanto dura ao enfrentar ruas muito esburacadas, mas, no conjunto da obra, estes tropeços não são suficientes para descartá-lo como uma boa opção de compra. 

O que tem de novo em 2018

O Equinox chegou ao Brasil em setembro do ano passado em versão única. A única novidade que ele ganhou de lá para cá foi uma versão LT, mais barata (sugerida por R$ 137.490), que mantém o mesmo conjunto mecânico, mas economiza em alguns equipamentos, como os recursos autônomos e o sistema de som Bose. 

Dirigindo o Chevrolet Equinox Premier 2.0 

O conjunto de motor 2.0 turbo de 262 cv e 37 kgfm de torque do Equinox deixa o SUV da Chevrolet confortavelmente na frente de seus rivais na ficha técnica (mesmo considerando o recém-chegado Tiguan de 220 cv, na versão 350 TSI) e essa superioridade também se manifesta na prática. Assistido por um câmbio automático de 9 marchas e tração nas quatro rodas (que pode distribuir igualmente a força entre os eixos com o botão ativado), o Equinox entrega desempenho superior até ao de utilitários compactos premium nesta faixa de preço. Não é a toa que a Chevrolet usa este mesmo motor para equipar a versão base do Camaro nos Estados Unidos (mas com uma calibração um pouco mais forte para o muscle car). 

Chevrolet Equinox Premier 2.0

Não falta disposição para o propulsor sobrealimentado embalar o Equinox. O acelerador entende rápido as necessidades do motorista e, por ser dotado de 9 marchas, o câmbio não vacila para encontrar a faixa ideal de rotação ao extrair máxima potência do motor (cujo pico de torque surge às 4.500 rpm). As trocas são suaves e há elasticidade de sobra. Para se ter uma ideia melhor, a aceleração até os 100 km/h é feita em cerca de 7,5 segundos, tempo de hatches e sedãs esportivos. Os tempos de retomadas, importantes para situações de ultrapassagens perigosas, também surpreendem pela agilidade.

E não só em linha reta que o Equinox empolga. Baseado na mesma plataforma D2XX do Cruze, o SUV, ainda que tenha um centro de gravidade mais alto, se dá melhor em curvas do que o sedã. Isso porque a inclinação da sua carroceria é mais controlada devido a um comportamento mais rígido da suspensão, o que, na outra ponta, pode prejudicar o nível de conforto em algumas vias mais esburacadas (há incidência de batidas secas no assoalho). Além disso, a suspensão traseira é independente, em vez de por eixo de torção, e há vetorização de torque para ajudar a precisão nos contornos. 

Pelo desempenho que ele entrega, o consumo de combustível do Equinox é razoável. Ele só recebe gasolina e possui sistema stop-start e grade ativa de radiador (que se fecha em determinados momentos para melhorar a aerodinâmica). De acordo com o Inmetro, o SUV é capaz de rodar 8,4 km/l na cidade e 10,1 km/l em rodovias, sendo nota B em sua categoria. Outra qualidade do Chevrolet é o nível de silêncio na cabine. O Equinox possui um truque nas caixas de som que anula o ruído do motor que invadiria a cabine ao emitir uma onda sonora contrária, imperceptível para nós, é claro. Com isso, de vidros fechados e rodando a 120 km/h, o carro permanece bastante silencioso. 

A versão Premier vem equipada com alguns assistentes de condução, como frenagem de emergência, alerta de tráfego cruzado, detector de ponto cego e assistente de permanência na faixa. A ausência de controlador de velocidade adaptativo é sentida, uma vez que ele tem um pacote extenso de sensores e câmeras. De qualquer maneira, o que vale descatar é a maneira como a Chevrolet resolveu inovar na hora de alertar o motorista de algum perigo iminente. Seja ao se aproximar muito rápido de um veículo à frente ou dar ré e ser avisado de que há carros se aproximando, em vez de um aviso sonoro tradicional, é o assento do motorista que vibra para avisar o condutor de que há algo errado. 

É isso mesmo: sua bunda e pernas vão tremer quando o Equinox quiser te avisar de alguma coisa. E isso pode ocorrer de um lado ou de outro no assento, dependendo do sentido que vem o perigo. Inicialmente esse jeito diferente de chamar a atenção do motorista causa certa estranheza. Mas no final das contas você acaba se acostumando e pode até achar mais eficaz do que um aviso sonoro. 

Chevrolet Equinox Premier 2.0

Sacadas inteligentes

Equipar o Equinox com o motor de Camaro certamente foi um dos principais trunfos da Chevrolet para o modelo, uma vez que é o que o destaca com folga da concorrência. Mas o pacote completo de equipamentos da versão Premier também atrai os olhares do consumidor, já que os seus rivais ficam devendo um ou outro item em comparação com ele. 

Detalhes do Chevrolet Equinox Premier 2.0 

Interior

A Chevrolet diz que o Equinox exibe o que há de melhor na marca em termos de refinamento. De fato, o carro conta com couro e material emborracho nas laterais das portas e no painel, mas os materiais mais nobrem convivem com plásticos rígidos e há pequenas rebarbas no acabamento e uma certa fragilidade no encaixe de algumas peças. Nada disso é muito evidente ou retira muito valor do modelo, mas alguns rivais trazem um nível superior de sofisticação neste aspecto. 

Visualmente, o painel do SUV expõe linhas modernas, seguindo estilo similar ao do Cruze. A tela de 8 polegadas da central multimídia MyLink contribui para dar um toque mais tecnológico à cabine. Touchscreen, o conhecido sistema é intuitivo, de aparência moderna e conta com Apple CarPlay e Android Auto. Atrás do volante, o painel parcialmente digital é outro destaque do Equinox, uma vez que possui computador de bordo com tela colorida e diversas funções e informações ao motorista (o menu de dados sobre o veículo, sozinho, tem mais de 15 seções). A possibilidade de carregamento por indução e as 3 entradas USB do carro (uma para carregamento de smartphone para os passageiros de trás) completam a receita de interatividade com o Equinox. 

Encontrar a posição ideal de dirigir do SUV é tarefa fácil por meio dos ajustes elétricos, que contam com duas opções de memorização. No quesito funcionalidade, os dois porta-copos centrais e o baú entre os bancos da frente cumprem bem a função de abrigar os itens dos ocupantes, assim como as laterais das portas. Atrás, três pessoas viajam confortavelmente devido ao ótimo aproveitamento de espaço dos 2,72 m de distância entre-eixos e, principalmente, ao assoalho plano. Quem se sentar ali também terá saída de ar dedicada. 

Chevrolet Equinox Premier 2.0

Se não houver uma terceira pessoa no meio da segunda fileira, o encosto central pode virar um descansa braço com porta-copos. O porta-malas do Equinox é um dos seus atributos que menos chamam a atenção. Embora tenha abertura elétrica (com a opção de abri-lo passando o pé embaixo do para-choque), os 468 litros não impressionam pelo porte do veículo. 

Exterior

O design externo do Equinox assume por completo a postura de crossover do modelo. Em vez de uma carroceria musculosa e "parruda" como a do Tracker, por exemplo, o Equinox prefere se aproximar da vida urbana, com linhas mais elegantes e uma silhueta mais esguia. O capô exibe vincos fortes nas extremidades e a grade bipartida, moldura das janelas e rack são cromados, o que corrobora a opção por mais mais sofisticação do Equinox. Atrás, a extensão preta das janelas alonga o veículo, passando a impressão de um porte maior do que seu irmão de plataforma, embora ele seja um centímetro menor do que o Cruze. 

Equipamentos

A lista de equipamentos do Equinox Premier é extensa. Ele já vem com 6 airbags, controle de estabilidade, ar-condicionado de duas zonas, câmera de ré, alerta de tráfego cruzado traseiro, frenagem de emergência, vetorização de torque, assistente de permanência na faixa, detector de ponto cego, alerta de esquecimento de itens no banco de trás (o que serve como recurso de segurança para não esquecer o filho no banco traseiro), faróis full LED, monitoramento de pressão dos pneus, banco do motorista com vibração, farol alto adaptativo, faróis e lanternas de neblina, DRL de LED, sensores dianteiro e traseiro, rodas de liga leve de aro 19, abertura elétrica do porta-malas, sensores crepuscular e de chuva, controlador de velocidade em descida, central multimídia com tela sensível ao toque de 8 polegadas, Android Auto e Apple CarPlay, controlador de velocidade, direção elétrica, estacionamento autônomo, grade de radiador ativa, stop-start, teto solar panorâmico, sistema de som Bose, ajustes elétricos dos bancos, freio de estacionamento elétrico e chave presencial. 

Chevrolet Equinox Premier 2.0

Sob o capô

O Equinox é equipado com o motor Ecotec 2.0 turbo de quatro cilindros em linha, usado também na versão de entrada do Camaro nos Estados Unidos. Este motor conta com cabeçote de alumínio, duplo comando de válvulas variável na admissão e escape, injeção direta e turbo de dupla voluta (twin-scroll) para otimizar o fluxo dos gases. Abastecido somente com gasolina, ele é capaz de gerar 262 cv a 5.500 rpm e 37 kgfm de torque a 4.500 rpm, acoplado ao câmbio automático de 9 marchas e com tração integral (sob demanda para distribuir até 50% da força ao eixo traseiro). 

Sobre o preço

Oferecido por R$ 155.990, a versão Premier, topo de linha, do Equinox, tem um preço extremamente competitivo no mercado. Nesta configuração, ele consegue ser mais barato que o Hyundai New Tucson 1.6 Turbo Limited (177 cv) e que o Jeep Compass 2.0 Turbodiesel Limited (170 cv), que custam R$ 159.600 e R$ 164.490 nestas versões, respectivamente. Além de ser mais em conta, ainda traz níveis de equipamentos e desempenho significativamente superiores. 

Mesmo considerando os rivais recém-chegados, Honda CR-V Touring, em sua nova geração 1.5 Turbo (190 cv), por R$ 179.900, e Volkswagen Tiguan 350 TSI R-Line (220 cv), por R$ 179.990, o Equinox ainda leva vantagem na ponta do lápis. A diferença entre ele e o rival japonês é mais óbvia, enquanto o Tiguan oferece desempenho parelho ao do americano na versão topo de linha (há as opções 1.4 TSI mais baratas do Tiguan, mas que ficam bem atrás em desempenho em relação ao Equinox). 

Resumindo, a Chevrolet conseguiu um grande feito ao oferecer o Equinox por este preço na faixa dos R$ 150 mil, com um pacote recheadíssimo de equipamentos e desempenho notável. Você com certeza deve realizar um test-drive nele antes de se decidir sobre qual desses SUVs comprar. 

Ficha técnica

Modelo Chevrolet Equinox Premier
Motor 2.0, 16V, 4L, turbo, dianteiro, transversal
Potência 262 cv a 5.500 rpm
Torque 37 kgfm a 4.500 rpm
Câmbio Automático, 9 marchas
Tração 4x4
Freios (d/t) Discos / Discos
Suspensão (d/t) McPherson / Multibraço
Dimensões (C/L/A) 4,65 m / 1,84 m / 1,69 m 
Entre-eixos 2,72 m
Peso 1.693 kg
Porta-malas 468 litros
Avaliação Profissional KBB
3 de 5
Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Sedã
SUV/Crossover
Picape
Hatchback
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Hibrido/Elétrico
Luxo
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro