PUBLICIDADE
HomeNotíciasAvaliações
Compartilhar

Avaliação KBB™ - VW Polo 1.0

Versão de entrada do "mini-Golf" também replica a boa dirigibilidade do médio, ainda que com menos potência

É política das fabricantes apresentar sempre as versões mais fortes de seus novos modelos e deixar as mais fracas, de entrada, para eventos posteriores. Ou para um eventual empréstimo a perder de vista. Podemos dizer que a Volkswagen fez muito mal de seguir esse padrão com o Polo e sua versão de entrada, com o pequeno motor 1.0 MPI de 3 cilindros. Isso porque, apesar de ser um modelo caro, vendido a R$ 49.990, o Polo básico é elogiável sob diversos aspectos, especialmente em termos de desempenho. Surpreendente para um compacto que não é dos menores e para um motor que é rematadamente pequeno, mas também muito mais forte do que se poderia imaginar.

 

Você gostará do Polo 1.0 se…

Quem procura um veículo de projeto moderno, econômico, seguro e espaçoso terá no Polo 1.0 uma das melhores opções do mercado. Ele vem bem equipado, trazendo inclusive airbags laterais de série, e fica devendo apenas o controle de estabilidade de série, algo que ele terá de receber até 2019 sob pena de perder suas 5 estrelas no Latin NCAP.

Talvez você não curta muito…

VW Polo 1.0 2018

Ainda que com tantos atributos positivos, o Polo peca em detalhes de acabamento. O volante, uma peça com a qual o motorista tem contato ininterrupto, por razões óbvias, tem rebarbas incômodas. O interior, simples, também não deixa margem a dúvidas de que se está em um veículo de entrada, mas não é tão diferente assim do da versão topo de linha, o que mostra que a simplicidade é traço de projeto.

O que tem de novo em 2018

O Polo foi lançado em setembro do ano passado, o que ainda faz com que ele seja visto como novidade nas ruas mesmo com seus excelentes números de vendas.

Dirigindo o Polo 1.0

Para sair da Volkswagen, onde retiramos o Polo, pegamos o Rodoanel. Tanto para fugir do trânsito de uma via Anchieta em obras quanto de uma São Paulo que tem mais gente do que poderia comportar. E a disposição do pequeno motor 1.0 MSI nos surpreendeu logo de saída. Ele mantinha os 100 km/h de máxima permitida com tranquilidade. Para quem dirigiu os primeiros modelos 1.0, nos quais você comemorava uma descida e rezava para não ter uma subida pela frente, o Polo 1.0 é extraordinário. Não muito diferente do comportamento que apresenta a maior parte dos 1.0 modernos, como o Fiat Argo 1.0, o Mobi Drive ou o Renault Kwid, mas digno de nota mesmo assim. O Polo 1.0 um carro que atende muito bem as necessidades básicas de transporte diário e que pode até surpreender em viagens, com um porta-malas de 300 litros que é bastante fácil de aproveitar em sua totalidade.

VW Polo 1.0 2018

Além de ser um veículo com nota 5 no Latin NCAP, especialmente quando equipado com o controle de estabilidade, opcional nessa versão, o Polo conta com ótima visibilidade, ajustes suficientes para que qualquer motorista encontre a melhor posição para dirigir e bancos confortáveis, que não cansam quem precisa passar muoto tempo atrás do volante. Para os passageiros, o espaço interno é muito bom para um modelo com as dimensões do Polo. Há bom espaço para a perna e para a cabeça no banco de trás.

Quem gosta de dirigir esportivamente deverá preferir um motor mais forte, mas, neste caso, nossa recomendação seria pular diretamente para o 1.0 TSI. O 1.6 não é tão melhor que mereça o investimento adicional. Fora que o Polo 1.0 é muito ligeiro no trânsito e mesmo na estrada, como comprovamos logo que começamos a dirigi-lo. Entre mais forte em uma curva e o Polo não será pego de surpresa. É preciso forçar muito o carro para ele começar a sair de dianteira. E, quando sai, o controle de estabilidade dá conta do recado. Recomendamos fortemente que você opte por ele.

Sacadas inteligentes

Ainda que pareça um carro comum, sem grandes trunfos, o Polo oferece um nível de segurança muito acima da média do mercado brasileiro. Só isso já deveria colocá-lo à frente das demais opções, com airbags laterais de série. Sua grande sacada é se preocupar com a integridade de seus ocupantes em um mercado que ainda vende carros com nota 0 nos testes de impactos.

Detalhes do Polo 1.0

Interior

VW Polo 1.0 2018

Ainda que seja repleto de plásticos duros, no Polo 1.0 eles são apresentados em uma combinação bicolor, o que é mais agradável do que os interiores monocromáticos que alguns de seus concorrentes ostentam. Há porta-objetos no console central e nas portas que são de bom tamanho e o painel foi projetado para ser voltado ao motorista. Um indício do bom acerto dinâmico que o Polo 1.0 oferece.

Exterior

Com linhas bastante retas, mas modernas, o Polo lembra o BMW Série 1, visto de traseira. É algo que confere a ele uma impressão de sofisticação que quase nenhum modelo 1.0 no mercado brasileiro consegue igualar. No frigir dos ovos, ela é apenas por empréstimo e não necessariamente correta, considerando o quanto ele é simples. A linha de cintura, ascendente e alta, reforça a impressão de dinamismo. 

VW Polo 1.0 2018

Equipamentos

O Polo vem, de série, com ar-condicionado, direção elétrica, alarme, computador de bordo, Isofix, cintos de três pontos para todos os passageiros, para-sóis com espelho e iluminação para motorista e passageiro, rádio com Bluetooth e MP3, travas e vidros elétricos nas quatro portas, com os dianteiros do tipo "um-toque", tampa do bocal do combustível com travamento elétrico, limpador e desembaçador do vidro traseiro, banco do motorista com regulagem de altura. Fazem falta retrovisores com regulagem elétrica e coluna de direção com ajuste de distância e altura, que não são oferecidos nem como opcionais. Eles são de série no 1.0 TSI.

Sob o capô

Ainda que não tenha a vivacidade do motor 1.0 TSI, o MSI é muito esperto. Rende 84 cv com etanol e 75 cv com gasolina a 6.350 rpm e, mais do que isso, 10,4 kgfm ou 9,7 kgfm, respectivamente, a 3.000 rpm. Moderno, ele é mais leve do que um motor de 4 cilindros e, apesar da característica que os 3-cilindros têm de vibrar mais, a VW fez um trabalho muito competente de NVH (noise, vibration and harshness, ou barulho, vibração e aspereza). Dificilmente se nota vibração do motor, que também tem comando variável de admissão, 4 válvulas por cilindro (12, no total) e duplo comando no cabeçote.

Motor 1.0 MSI do VW Polo 1.0 2018

Sobre o preço

A R$ 49.990 só se você optar pelo preto, a única cor sem acréscimo da linha Polo, ou R$ 51.480 na bela cor Azul Night do carro que avaliamos, o Polo não é barato. E fica ainda mais caro (R$ 54.150) se vier com rodas de liga leve de aro 15, central multimídia Composition Touch, controle de estabilidade e tração, bloqueio eletrônico de diferencial e assistente de partida em rampa. Mas ainda compensa em relação ao 1.6, que é quase R$ 2.000 mais caro (R$ 56.090) sem nada disso. Isso porque ele é econômico, tem bom desempenho e é bastante completo para um veículo de entrada. Não surpreende que o Polo ande vendendo tão bem.

Ficha técnica

Modelo Volkswagen Polo 1.0
Motor dianteiro, transversal, de 3 cilindros, com quatro válvulas por cilindro, comando variável na admissão, 999 cm³
Potência 84 cv  (E) ou 75 cv (G) a 5.600 rpm
Torque 10,4 kgfm (E) ou 9,7 kgfm(G) a 6.350 rpm
Câmbio Manual de 5 marchas
Tração Dianteira
Freios (d/t) Discos ventilados / tambores
Suspensão (d/t) Independente, McPherson / eixo de torção
Dimensões (C/L/A) 4,06 m / 1,75 m / 1,47 m
Entre-eixos 2,57 m
Peso 1.058 kg
Porta-malas 300 litros
Avaliação Profissional KBB
4 de 5
Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Picape
SUV/Crossover
Sedã
Hatchback
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro