PUBLICIDADE
HomeNotíciasAvaliações
Compartilhar

Primeira volta - Volkswagen Jetta 2019

Sétima geração do sedã médio da marca, que fará sua estreia apenas no Salão de Detroit, já foi avaliada pela KBB. Confira o que o novo Jetta nos reserva

Houve duas estreias muito emocionantes no começo de dezembro no APG (Arizona Proving Grounds, campo de provas do Arizona) da Volkswagen. A primeira foi a chance de dirigirmos um protótipo da nova geração do Volkswagen Jetta, modelo 2019, no campo de provas. A segunda foi saber que nosso grupo estava entre os primeiros jornalistas já autorizados a pisar naquele espaço de testes.

Fico feliz em dizer que nos comportamos bastante bem nos bastidores e na pista. Enquanto a primeira visita ao APG foi fascinante, dirigir o novo Jetta foi esclarecedor.

Arizona Proving Grounds

Concluído em 1992, o APG cobre cerca de 2,5 milhas quadradas (6,5 mil m²) a uma hora de distância de Phoenix. Originalmente construído com privacidade em mente, o APG estava bem além do ponto em que alguém poderia imaginar que a população de Phoenix fosse se expandir. Então, naturalmente, um conjunto de condomínios acaba de ser construído ao lado da pista. A VW aprendeu a nunca dizer nunca e construiu muros mais altos em torno do APG.

Atrás deles, 200 pessoas testam a ampla gama de produtos do grupo Volkswagen, de Audi, Bentley, Bugatti e Ducati a SEAT, Skoda e - claro - VW. Entre outras avaliações, a equipe da APG avalia durabilidade, corrosão e comportamento em tempo quente. Os destaques do nosso passeio ao APG incluíram as câmaras de umidade fixadas em 95% e 50°C (pense em passar semanas/meses em uma aula de yoga Bikram) e as câmaras de vapor salgado (imagine o sabor salgado enquanto sua carroceria começa a corroer).

VW Jetta 2019

Para as nossas unidades de teste do novo VW Jetta, fortemente disfarçadas como elas estavam, o APG abriu uma pista, um skidpad, para testes de aceleração lateral e um oval de alta velocidade.

Conduzindo o VW Jetta 2019

O Volkswagen Jetta 2019, que deverá fazer sua estréia pública em janeiro, no Salão de Detroit, é baseado na plataforma modular MQB da VW. Não faremos um questionário. Então, tudo o que você realmente precisa saber é que a arquitetura MQB torna o compartilhamento de tecnologia premium e de recursos de segurança mais fácil e mais barato. A Volkswagen está atualmente usando a MQB em veículos que vão desde carros compactos, como o VW Polo, até o novo SUV  grande da marca, o Atlas, que também deve ser vendido no Brasil.

VW Jetta 2019

Em sua mais nova geração, a sétima, o Jetta é um pouco maior em todas as dimensões. O ganho mais significativo vem do comprimento total, que foi ampliado em 4,3 cm. Esse comprimento a mais - somado a pouco menos de 3 cm de ganho em largura - aumenta bem a cabine do Jetta e parece realmente ter expandido o espaço para bagagens.

No APG, dirigimos protótipos do novo VW Jetta 2019 equipado com o motor de 4 cilindros turbo de 1,4 litro e 150 cv. O mesmo usado atualmente pelo Golf feito no Brasil. Esperávamos que ele adotasse o mesmo motor 1.5 TSI usado na Europa, que tem desligamento de cilindros. Este motor torcudo, assim como o 2.0 turbo de 4 cilindros que virá mais tarde no Jetta GLI, serão transplantados da atual linha de motores do Jetta. Vale notar que as opções de câmbio do carro atual (manual de 5 marchas e automático de 6) serão substituídas por um manual de 6 marchas e um automático de 8. Nossos carros de teste estavam equipados com a caixa automática.

VW Jetta 2019

O motor 1.4 foi feito para este novo câmbio automático. A aceleração em baixa e média velocidade é lisa e rápida: ultrapassar os carros mais lentos na estrada não será um fardo, especialmente quando você alterna o seletor do modo de direção de "Comfort" para "Sport". Na pista, o Jetta montou em seus pneus da frente (como os carros de tração dianteira tendem a fazer), mas o controle em curvas fechadas e em S foi impressionante.

A observação mais importante que fiz em meu caderninho, no entanto, foi o quão silencioso o novo Jetta é. Mesmo no asfalto propositalmente de baixa qualidade que compunha o trajeto (lembre-se de que estamos em um campo de provas de durabilidade), o Jetta manteve os ruídos de vento e do rumor dos pneus aonde eles pertencem: lá fora. Os benefícios deste silêncio realmente brilharam no circuito oval de alta velocidade, onde consegui conversar de forma normal com os colegas no banco dianteiro e traseiro, sem ter de levantar minha voz, enquanto coloquei 205 km/h no velocímetro.

VW Jetta 2019

A outra coisa que se destacou aos 205 km/h foi o quanto o Jetta 2019 é estável em altas velocidades. Fica muito claro que o brio da engenharia alemã de manter uma estabilidade reconfortante em estradas que não têm limite de velocidade é parte integrante do sistema nervoso central do novo Jetta.

O atual parâmetro de comportamento dinâmico em sedãs médios é o Honda Civic, especialmente nos comparativos que você lê por aí, mas, nos EUA, também em vendas. Com seu caráter europeu e seus talentos, pode-se dizer que o novo VW Jetta precisa ser o Civic alemão. Os protótipos que dirigimos no APG mostram que o modelo caminha a passos firmes nessa direção.

Avaliação Profissional KBB
5 de 5
Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Picape
SUV/Crossover
Sedã
Hatchback
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro