PUBLICIDADE
HomeNotíciasAvaliações
Compartilhar

Avaliação KBB™ - Honda HR-V Touring 1.5 turbo

Desempenho do SUV é bastante tentador e os R$ 140 mil não são tão absurdos quanto parecem se considerarmos rivais com preços similares

Quando a Honda trouxe ao mercado a versão Touring turbo do HR-V o preço gerou muita polêmica. O SUV compacto, que já custava ousados R$ 110 mil para a categoria em 2018, elevou seu patamar de valor aos R$ 140 mil por causa do novo motor sobrealimentado. Contudo, embora seja absolutamente um número assustador, se compararmos o que o carro entrega em relação aos seus concorrentes com preços similares, o HR-V Touring não está tão distante assim da realidade. 

A versão Touring do HR-V conta com o mesmo motor do Civic Touring. Trata-se de um propulsor 1.5 turbo de 173 cv e 22,4 kgfm de torque, que o deixam confortavelmente à frente dos rivais em termos de desempenho. Nesta faixa de preço em que a versão turbo é comercializada, o modelo bate de frente contra o Jeep Renegade na versão Trailhawk 2.0 (R$ 139.990) e fica próximo do Jeep Compass Longitude Flex (R$ 132.990) e Volkswagen Tiguan 250 TSI (R$ 129.990). 

Do que você vai gostar no Honda HR-V Touring 1.5 turbo

Se você faz parte de um grupo, certamente limitado, de consumidores de SUV que priorizam o desempenho acima de outros atributos que um utilitário esportivo deve ter, é melhor evitar fazer um test-drive com o HR-V turbo, a não ser que você esteja preparado para fazer contas e descobrir se os R$ 139.990 cabem no seu bolso. Não é exagero dizer que a performance que o modelo entrega é tentador o suficiente para fazer com que sua emoção fale um pouco mais alto que a razão. É claro que não se trata de algo próximo de figuras como um Audi RS Q3, que é um SUVs verdadeiramente pensado para o desempenho, mas o HR-V encanta num contexto em que seus rivais são mais pragmáticos neste aspecto.

Honda HR-V Touring 1.5 turbo

Além de ter disposição para acelerar e fazer ultrapassagens sem o menor esforço por conta da relação entre peso e potência que ele tem (pouco abaixo dos 8 kg/cv, patamar notável para a categoria), o ajuste mais firme da suspensão e as molas mais espessas, bem como a vetorização de torque, garantem um bom equilibrio da carroceria e prazer ao dirigir por estradas sinuosas. É bom ressaltar que tal adaptação do conjunto não prejudicou muito o conforto. O HR-V Touring é um pouco mais firme ao absorver impactos, sim, mas nada que atrapalhe a experiência a bordo do carro na cidade. 

Para os momentos de passeio mais sossegado ou preocupação com o consumo, o HR-V demonstra que não há risco de alienar consumidores menos afoitos à esportividade, tornando-se dócil o suficiente para fazê-lo esquecer que possui 173 cv disponíveis no seu pé direito, rodando 11,4 km/l na cidade e 12,6 km/l em rodovias, somente a gasolina, segundo o Inmetro. 

Os outros atributos do SUV são compartilhados com as demais versões dele. O amplo aproveitamento de espaço da cabine, capaz de abrigar até três adultos, e a sua versatilidade por conta do sistema ULT de rebatimento dos bancos (que permitem várias opções de acomodação de bagagens) já são marcas registradas do modelo.

A versão topo de linha do HR-V também já vem bem recheada de série. Ela conta com 6 airbags, controle de estabilidade, ar-condicionado automático e digital, DRL de LED, faróis de LED, faróis de neblina, freio de estacionamento eletrônico, sensores traseiro e dianteiro, câmera de ré, piloto automático, sensor de chuva, central multimídia touchscreen com Android Auto e CarPlay, chave presencial, partida por botão, acendimento automático dos faróis, detector de ponto cego e teto solar panorâmico.

Honda HR-V Touring 1.5 turbo

Talvez você não curta...

Embora esta lista acitada acima seja respeitável, por R$ 140 mil, sente-se falta de mais recursos de assistência à condução, como controle de velocidade adaptativo e assistente de permanência na faixa. O HR-V também poderia ter um acabamento mais refinado, com materiais mais macios no painel e um painel de instrumentos parcialmente digital, pelo menos, à exemplo do Civic Touring, com, quem sabe, head-up display. O que o exime de um revés maior é perceber que nesta faixa de preço, os seus rivais SUVs também cometem estes mesmos vacilos (como você poderá ver no segundo vídeo abaixo). 

Apesar de a cabine ser bastante versátil como falamos, o porta-malas da versão Touring tem capacidade para 393 litros, o que é consideravelmente menos do que os 437 litros das outras versões. Esta redução volumétrica ocorre por causa da exclusiva dupla saída de escapamento que trabalha junto com o motor 1.5 turbo. 

Avaliação completa

Assista à nossa avaliação completa do Honda HR-V Touring 1.5 turbo diretamente no nosso canal no Youtube! Aproveite para se inscrever no canal, pois toda semana temos vídeos novos para você! 

Ponta do Lápis

Comparamos o Honda HR-V Touring 1.5 turbo com seus rivais da categoria mais próximos em preço. Veja qual foi o nosso veredito:

Ficha técnica

Modelo Honda HR-V Touring
Motor 1.5, 16V, turbo, 4 cilindros, dianteiro, transversal, gasolina
Potência 173 cv a 5.500 rpm
Torque 22,4 kgfm a 1.700 rpm
Câmbio CVT
Tração Dianteira
Freios (d/t) Discos ventilados / discos sólidos
Suspensão (d/t) McPherson / eixo de torção
Dimensões (C/L/A) 4,33 m / 1,77 m / 1,60 m 
Entre-eixos 2,61 m
Peso 1.380 kg
Porta-malas 393 litros
Compartilhar
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

Picape
SUV/Crossover
Sedã
Hatchback
SW/Perua
Van/Minivan
Cupê
Conversível
Luxo
Hibrido/Elétrico
PUBLICIDADE

Encontre o Preço do Seu Carro