PUBLICIDADE
HomeNotíciasDicas
Compartilhar

O que são itens de série, opcionais e acessórios?

Você sabe qual é a diferença entre estes equipamentos? Aprenda ou reforce os conceitos com nossa reportagem


Não é incomum recebermos questionamentos sobre os pacotes que ajudam a compor o Preço KBB™. Há leitores que dizem ter colocado câmera de ré ou faróis de neblina em seus veículos e que estes itens não aparecem nos pacotes de opcionais que compõem nossa cotação. Vale lembrar: a única do mercado que leva esses itens em consideração. Mas isso deixa claro que muita gente não sabe diferenciar o que é item de série, opcional ou acessório. Por isso, perguntamos: você sabe qual o que define cada um deles?

Itens de série são aqueles com os quais qualquer unidade de uma determinada versão podem ser encontrados. Em outras palavras, quem comprar o novo Toyota Yaris Sedan XLS, por exemplo, sabe que seu carro virá com teto solar elétrico. Ele é um equipamento padrão para essa versão, com o qual o veículo é produzido em série (daí o nome). Resumindo, é aquilo que vem com o automóvel independentemente de você querer ou não. Como quatro rodas e um volante.

Teto solar é item de série no Toyota Yaris XLS

Os equipamentos opcionais são aqueles que o cliente compra da fábrica. Eles são incorporados ao carro ainda na linha de produção, de acordo com o que o comprador deseja. Houve um tempo em que eles podiam ser selecionados individualmente, mas depois eles passaram a ser oferecidos em pacotes. Em qualquer uma destas modalidades, isso causava um efeito no mercado que era o carro básico equipado. Como as tabelas tradicionais consideram apenas o que um automóvel oferece de série, a adição de itens opcionais não era refletida no preço do usado. Um hatch compacto com ar-condicionado opcional não podia ter acréscimo de valor pelo fato de oferecer este conforto. O equipamento servia apenas como diferencial para uma venda mais rápida.

Isso mudou dos anos 2010 para cá, especialmente após o lançamento do Hyundai HB20. Seja por exigência de determinados itens pelo consumidor, seja para eliminar esse tipo de frustração na hora da revenda. Com a tabela da KBB, o problema deixa de existir para os opcionais, que são considerados na cotação e podem realmente valorizar o veículo em vez de apenas ajudá-lo a ser vendido mais rapidamente.

Repare nos DRLs do Yaris: são acessórios

Por fim, temos os acessórios. Oficiais ou não, eles são incluídos no carro pela concessionária, não pela fábrica. O novo Yaris, por exemplo, pode ter faróis diurnos de LED apenas como acessórios oficiais, não como opcionais. Diante disto, é preciso ficar atento a eles. Há aqueles que são apenas adicionados ao carro, como soleiras, tapetes, calhas ou borrachões, mas há também os que exigem instalação especializada. Entre estes, alguns acessórios, mesmo que sejam vendidos em revendas, podem não ter sido aprovados pela fabricante. Ou ser mais baratos do que os sugeridos exatamente por não terem aprovação oficial. Isso era muito frequente com os famigerados engates de reboque que eram instalados para evitar danos ao para-choque traseiro. Havia carros que nem tinham pontos de instalação deste item. Eles eram adaptados sem aprovação da engenharia da fabricante. Não era raro que uma batida leve provocasse prejuízos da pesada.

Antes de instalar um acessório, certifique-se de que ele é aprovado pela fabricante e exija algum tipo de documento que comprove isso. Se estiver na dúvida, ligue para os serviços de atendimento ao consumidor oficiais, os chamados SAC. Vendedores ganham comissões pelos acessórios e as revendas costumam estimular sua comercialização para aumentar a lucratividade do ponto de venda, ainda que isso coloque em risco a garantia do automóvel. Triste, mas infelizmente comum.

Compartilhar

Notícias Recentes

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Saiba agora quanto vale seu carro novo ou usado

  • Hatchback

  • Sedã

  • SUV/Crossover

  • Picape

  • SW/Perua

  • Van/Minivan

  • Cupê

  • Conversível

  • Hibrido/Elétrico

  • Luxo

PUBLICIDADE